quinta-feira, 28 de junho de 2012

Fábio Coentrão tentado pelo PSG

As exibições dos jogadores portugueses no Campeonato da Europa não deixaram ninguém indiferente, sendo cada vez mais os clubes que perguntam pelos internacionais lusos. Fábio Coentrão, tendo sido um dos principais destaques de Portugal, também não escapa a esse assédio, mesmo estando num clube como o Real Madrid. E é desta forma que surge o interesse do PSG, que há muito procura um lateral esquerdo, sendo que neste caso o nome do futebolista nascido em Caxinas até foi recomendado por um compatriota, Pauleta, que é olheiro do clube parisiense para a Península Ibérica.
Ainda assim, o facto de Fábio ter custado 30 milhões aos cofres 'merengues' e de ser uma aposta habitual de Mourinho no onze podem dificultar o negócio, mas já se sabe que nestes casos é tudo uma questão de números. E tendo em conta que o PSG é 'patrocinado' por um sheik árabe...


Kaká recebe oferta 'milionária' da China


É caso para dizer que o médio brasileiro deverá ter ficado com os olhos em bico quando soube do interesse dos chineses do Guangzhou Evergrande na sua contratação. É que o clube oriental acenou-lhe com um salário anual de 18 milhões de euros, que o tornaria num dos jogadores  mais bem pagos do mundo.
Contudo, o Guangzhou não está sozinho na luta pelos préstimos do craque 'canarinho' já que clubes como AC Milan, PSG, São Paulo e os New York Red Bulls também já demonstraram interesse na sua contratação. No entanto, nenhum deles se mostrou disposto a pagar os 25 milhões de euros pretendidos pelos 'merengues' para aceitarem a sua saída, ao contrário do clube chinês.
Ainda assim, o facto de Kaká pretender sair de Madrid para um clube igualmente competitivo e que lhe dê mais visibilidade, permitindo-lhe acalentar o sonho de estar presente no Mundial de 2014, que ocorrerá no Brasil, pode 'travar' o sonho de Xu Jiayin, o proprietário do clube. Mas, há uns tempos, também ninguém imaginaria que Anelka e Drogba escolhessem a China como destino para continuar a suas carreiras.

Tottenham quer Moutinho para o lugar de Modric

Ainda não está confirmada a saída, nem o destino do médio croata, mas o Tottenham já está a precaver a sua substituição. E, segundo avança a imprensa inglesa, o responsável por indicar o herdeiro de Luka Modric dá pelo nome de André Villas Boas, que deverá ser apresentado como técnico dos 'spurs' no decorrer da próxima semana, sucedendo a Harry Redknapp que saiu no final da temporada. Como tal, não é de estranhar que o eleito para substituir o 'maestro' do meio campo do Tottenham nas últimas épocas dê pelo nome de João Moutinho. Além do internacional português já ter trabalhado com Villas Boas no FC Porto, as suas recentes exibições ao serviço de Portugal no Europeu terão convencido os responsáveis da equipa londrina a avançar para a sua contratação. Os números da transferência são uma incógnita, mas tendo em conta o preço que o Tottenham está a pedir por Modric (em torno dos 25 milhões de euros), a mudança do médio português para Londres deverá 'obrigar' a um investimento nunca inferior a 20 milhões.


'Mala suerte'

Chegou ao fim a aventura de Portugal por terras da Polónia e da Ucrânia. A Seleção nacional disse adeus ao Euro'2012 na meia-final frente à Espanha, na marcação das grandes penalidades, depois do 0-0 que se verificou no final dos 90 minutos e que se estendeu pelo prolongamento. Depois, na marca de grande penalidade, Xabi Alonso até começou pro falhar, mas Moutinho também não conseguiu desfeitear Casillas. Pepe e Nani mantiveram a chama acesa, mas o remate de Bruno Alves acabou por acertar na barra e saltar para fora. Azar de Portugal, sorte de Espanha, que no remate decisivo de Fabregas a bola ainda bateu no poste...mas acabou por ir para dentro da baliza de Rui Patrício. Ainda assim, Portugal está de parabéns pois apesar da eliminação, pode-se apelidar de fantástica a participação portuguesa. Em 2014 voltamos à carga!

Recorde aqui as principais incidências da partida:





quarta-feira, 27 de junho de 2012

Modric força saída do Tottenham

O médio internacional croata Luka Modric afirmou que prentende sair do Tottenham este Verão.
«Quero jogar na Liga dos Campeões e quero ganhar essa competição. Aqui não consigo cumprir esse sonho». Foi com estas palavras que o jogador de 26 anos, que chegou ao Tottenham em 2008 vindo do Dínamo Zagreb comentou a eventual saída.
O destino mais provável será o Chelsea que há muito anda de olho no talentoso médio. Recentemente o sérvio Branislav Ivanovic, jogador do Chelsea, aconselhou Modric a mudar-se para os 'blues' (atuais campeões europeus). 
Outra forte hipotese vem do lado do Real Madrid. José Mourinho é um admirador das qualidades do croata e encara-o como uma boa alternativa a Xabi Alonso, jogador cujas caracteristicas são únicas no plantel merengue. Sabendo que o dinheiro não é problema, não há jogador que diga "não" ao Real Madrid.
O Tottenham não vê com bons olhos a saída da sua 'jóia da coroa' mas a pressão aumenta cada vez mais. Nas últimas épocas tem conseguido (com dificuldade) manter o jogador mas parece que deste ano não passa.  
  

Vídeo Motivacional: PORTUGAL VS ESPANHA

E porque hoje todos os olhos e corações vão estar concentrados no jogo de mais logo frente à Espanha, aqui fica um vídeo que esperemos que sirva de inspiração para Portugal continuar o sonho de vir a sagrar-se campeão da Europa. Já falta pouco...

Força Portugal!
Recorde aqui os golos de Portugal no Euro'2012 com a emoção do relato da rádio:

Edição de Julho - Já nas bancas!



terça-feira, 26 de junho de 2012

Paulo Lopes reforça Benfica

O guarda-redes Paulo Lopes, que na última época representou o Feirense, vai assinar pelo Benfica para as próximas duas temporadas. O guardião encontrava-se em final de contrato e tendo em conta a saída de Eduardo para a Turquia, os responsáveis encarnados decidiram apostar num jogador cuja formação até foi feita na Luz. Inclusivamente, chegou mesmo a fazer parte do plantel principal entre  1997 e 1999 e depois em 2001/02, sendo que aos 33 anos regressa então a uma casa que bem conhece.
Assim, para a próxima temporada o trio de guarda-redes da equipa principal deverá ser formado por Artur, Paulo Lopes e o jovem Mika, que deverá alternar as suas aparições com a equipa B.

Miguel Veloso interessa ao Dínamo Kiev

Miguel Veloso, titularíssimo da Seleção das Quinas no Euro 2012, é um dos alvos do Dínamo Kiev para a próxima temporada. Stefano Capozzucca, diretor desportivo do Génova, confirmou o interesse dos ucranianos à estação televisiva SportItalia: «É verdade que Veloso interessa ao Dínamo Kiev e pode sair». A imprensa italiana avança que o Génova não pretende vender o médio português abaixo dos 10 milhões de euros. 

Quem também pode estar de saída dos quadros do Génova é Eduardo. O guarda-redes que esteve cedido ao Benfica na última época é pretendido pelos turcos do Istambul BB, clube treinado por Carlos Carvalhal.

OFICIAL: Juventus quer Bruno Alves

A Juventus está muito interessada em Bruno Alves e o defesa português também vê com bons olhos a mudança. A confirmação foi dada pelo próprio pai e representante do defesa português que atua no Zenit, Washington Alves. «O meu filho já esteve para vir para Turim no ano passado. Agora está a pensar exclusivamente no Europeu mas depois pode transferir-se. Ele quer jogar num grande clube e vestir a camisola 'bianconera' seria uma grande oportunidade», reconheceu, em declarações à imprensa italiana.
O único problema é que o Zenit pagou pelo central de 30 anos cerca de 22 milhões de euros quando o contratou ao FC Porto e não está disposto a vendê-lo ao desbarato, sobretudo depois das suas prestações e consequente valorização no Europeu. Assim, o número mínimo exigido pelos russos são 15 milhões de euros, que a Juve ainda está a tentar baixar ao incluir um jogador na transferência, sendo o nome mais forte o de Simone Pepe.

Drogba deixa a China para assinar pelo Barcelona

Pode estar prestes a acontecer um volte- face inesperado no que ao futuro de Drogba diz respeito. Depois de o avançado costa-marfinense ter confirmado que iria juntar-se a Anelka no Shangai Shenhua, eis que hoje a imprensa espanhola afirma que o jogador de 34 anos é esperado hoje em Barcelona para assinar pelos 'culés'. Drogba sempre afirmou que o seu sonho era terminar a carreira no clube da Cidade Condal e por causa disso mesmo colocou uma cláusula no seu contrato com o clube chinês que lhe permite sair a qualquer altura, sem ter de compensar financeiramente o clube, desde que a proposta apresentada tenha como remetente o... Barcelona.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Último Reduto: Agora é que são elas (sem Hugo Almeida, por favor)


Entrou na fase de todas as decisões o melhor dos últimos Europeus. E que boa é a sensação ao vermos o nome de Portugal no top-four da competição! No entanto, se analisarmos friamente o percurso da Selecção, o que custava era mesmo passar aquela fase de grupos: qualquer dos possíveis adversários do Grupo A seriam acessíveis ao conjunto de Paulo Bento, para o acesso às meias-finais.

Bons os quatro jogos dos quartos. Portugal dominou a República Checa desde a segunda metade da primeira parte, e os checos foram mesmo os primeiros a terminar 90 minutos deste EURO sem um remate à baliza. Mais uma vez, fomos muito perdulários na finalização – com Ronaldo à cabeça e os seus costumeiros dois tiros ao ferro. Rezo sem grande esperança para que Bento coloque Nélson Oliveira de início frente à Espanha. Para mim, Hugo Almeida é de longe o pior dos 23, e para comprová-lo uma vez mais, o saldo da sua participação no jogo: um cabeceamento falhado em plena área (sem qualquer marcação) e um golo em offside, que no fundo não foi mais que tirar a bola a Ronaldo, atrás de si, isolado e em jogo.

A Alemanha confirmou todo o seu poderio, fazendo descansar titulares e mesmo assim vencendo – não, goleando – os gregos. É o mais completo dos plantéis e o mais forte candidato a levantar a taça.

Não houve França à altura da Espanha, e o 2-0 final foi tão natural quanto a sede de história dos homens de Del Bosque, determinados em chegar a uma inédita terceira vitória consecutiva em grandes competições de selecções. Continuam sólidos e fiéis à sua ideia de jogo, apesar das críticas e da teorização do tiki-takanaccio.

Mas talvez o jogo com mais motivos de interesse tenha mesmo sido o de ontem. A mais fraca Inglaterra de que tenho memória fez da Itália uma espécie de Brasil, tal a sua superioridade em posse de bola e volume de jogo. A meu ver, os ingleses saem deste EURO pela menos má das portas, evitando uma derrota pesada no jogo de ontem, ou um sempre penoso enxovalho aos pés da Alemanha.

Nos quatro jogos, vitória dos mais fortes no papel. Agora é esperar que nas meias tudo seja diferente, pelo menos na quarta-feira. Do outro lado, a Espanha bicampeã, misto de Barça e Real. Ir buscar os 4-0 do último jogo não faz qualquer sentido: é preciso um Portugal sem pechas e um Cristiano Ronaldo ao nível dos dois últimos partidazos. Em jogo a presença na final, a eliminação de uma equipa que colocaria a nossa Selecção nas bocas do mundo, a Bola de Ouro para CR7, o êxtase de todos nós.

Arsenal de Sarandí campeão argentino

O Arsenal de Sarandí conquistou o Torneio Clausura 2012, depois de bater o Belgrano por 1-0. O defesa Lisandro López foi o autor do golo que deu o primeiro título argentino em 55 anos de história do clube. À entrada para a última jornada, o Tigre tinha os mesmos pontos que o Arsenal, mas não foi além de um empate frente ao Independiente (2-2). O Boca Juniors também estava na luta pelo ceptro, mas necessitava de uma vitória e da derrota dos dois rivais. A pensar na final da Taça Libertadores, onde irão defrontar o Corinthians, os 'xeneizes' atuaram com as reservas diante do All Boys, perdendo por 3-1. 

Kaká está de regresso ao AC Milan

O anúncio ainda não é oficial, mas deve faltar muito pouco para que os 'rossoneri' confirmem o regresso do seu 'menino bonito' depois da experiência falhada do 'canarinho' em Madrid. Nesta altura, o pai do médio encontra-se em Milão a acertar os pormenores para que Kaká possa voltar a vestir a camisola do AC Milan, numa fase em que os 'merengues' já deram a entender, até pelas próprias movimentações no mercado, de que não contam com o jogador de 30 anos. No entanto, o facto de não querer deixar sair Kaká ao desbarato (ainda que poupasse imediatamente os 9 milhões de euros que o médio aufere anualmente) tem prolongado as negociações, mas que devem chegar a bom termo, até pela própria vontade do jogador que quer reassumir um papel principal numa equipa, de forma a poder continuar a sonhar em estar presente no Mundial'2014, que será organizado pelo Brasil.



River Plate está de volta à Primeira Divisão!


O River Plate está de regresso à primeira divisão do futebol argentino. Depois de há quase um ano (26 de junho de 2011) a histórica equipa de Buenos Aires ter descido pela primeira vez nos seus 110 anos de história, o 'eterno inimigo' do Boca Juniors confirmou este fim-de-semana o  regresso ao escalão principal. E para tal, muito pode agradecer a David Trezeguet, verdadeiro herói da equipa e dos adeptos ao marcar os dois golos do triunfo do River por 2-0 frente ao Almirante Brown, a contar para a 38ª e última jornada da competição. Desta forma, e com mais um ponto que o segundo classificado, o Quilmes, que também festejou a subida, o River Plate sagrou-se igualmente campeão da 2ª divisão.

Veja aqui os golos e a festa do River:

Cannigia assina por clube inglês... aos 45 anos


O avançado internacional pela Argentina que passou também por Benfica, Roma, entre outros clubes, vai voltar aos relvados aos 45 anos. O argentino assinou um contrato de um ano com o Wembley FC, um clube inglês da nona divisão.
Graças ao contrato de patrocínio de uma marca de cerveja, o clube já anunciou inclusivamente várias reformas em termos do estádio, assim como vários nomes sonantes para reforçar o plantel, na sua maioria antigas glórias como Ray Parlour, Martin Keown, Graeme Le Saux, e Brian McBride para jogarem na FA CUP desta temporada ao lado de Claudio Cannigia. Além disso, foi igualmente contratado o antigo guardião da seleção inglesa David Seaman para ser o técnico dos guarda-redes e Terry Venables como consultor externo.

VÍDEO: Génio de Pirlo coloca Itália nas meias-finais do Euro

Inglaterra e Itália chegaram ao final do prolongamento empatados a zero golos. A decisão na marca das grandes penalidades parecia injusta para os transalpinos, depois da qualidade de jogo exibida e das oportunidades de que dispuseram, e mais penalizadora se estava a tornar quando Montolivo falhou a sua grande penalidade, dando vantagem aos ingleses. Foi então que Pirlo, apesar de toda a pressão, demonstrou o seu tremendo nível e sangue frio, marcando a grande penalidade 'à Panenka'. Algo que motivou os seus companheiros e 'desarmou' os ingleses, que falharam os dois pontapés seguintes, permitindo a Diamanti carimbar a passagem de Itália para as meias-finais. E se é certo que o tento de Pirlo não foi o decisivo, que ninguém duvide que foi o que marcou a diferença para que o resultado acabasse por ser favorável aos italianos.


Reveja aqui a 'obra prima' de Pirlo:


domingo, 24 de junho de 2012

BOLA AO MEIO: Duelo ibérico



Meia-final do Europeu 2012, 27 de Junho, 19:45, Paulo Bento contra Vicente Del Bosque, Portugal contra Espanha. Serão estas as palavras que correrão o Mundo nos próximos dias.
Lado a lado, duas das melhores Selecções da actualidade. Portugal procura o seu primeiro título oficial e para isso conta com jogadores de grande qualidade, em especial, com o seu capitão, Cristiano Ronaldo, para muitos considerado o melhor jogador do Mundo. Do outro lado do campo estará a poderosa Espanha que conta com 4 títulos oficiais. Actual campeã europeia e mundial junta a estes dois títulos outro Campeonato da Europa vencido em 1964, em Espanha, batendo por 2-1, na final, a União Soviética e uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1992, em Barcelona, com Guardiola na equipa titular que na final bateu a Polónia por 3-2.
De ambos os lados a dúvida reside nos pontas-de-lanças. Espanha poderá alinhar com um falso ‘9’ e nesse caso o escolhido será Fàbregas que em vez de estar no espaço irá procurar espaços. Um pouco diferente de Fernando Torres, já que o jogador do Chelsea serviria mais para ser a referência da ‘Roja’. Para trás, o jogo seria pensado da mesma forma, a única variável seria o homem mais adiantado. Fàbregas oferece outra dinâmica que Torres não presenteia e pode trabalhar os espaços para jogadores com Silva e Iniesta aparecerem em zonas de finalização.
Com lesão de Postiga, muito se tem falado nos últimos dias sobre quem é que renderá o avançado oriundo de Vila do Conde. A aposta de Paulo Bento durante o embate frente à República da Checa recaiu sobre Hugo Almeida mas existe Nélson Oliveira, dois bons jogadores mas com funções em campo completamente diferentes.
Se pensarmos numa fórmula mágica para anular esta Espanha, em primeiro devemos pensar na saída de bola espanhola e circulação da mesma. O processo ofensivo dos espanhóis começa, desde logo, em Casillas passando posteriormente por Piqué e Sergio Ramos, ou seja, Espanha incorpora todos os seus jogadores no seu processo ofensivo ao contrário de grande parte das equipas. O jogo começa a ser pensado a partir da defesa e é nesse sentido que uma aposta no avançado do Benfica seria vista com bons olhos. Nélson Oliveira teria a capacidade para pressionar a saída de bola e obrigaria os centrais a pensarem e a jogaram rápido, algo que poderia ser bastante benéfico para Portugal se depois soubesse tirar partido através de transições rápidas. Outra das ideias, passaria pela colocação de Hugo Almeida como referência portuguesa, de forma a prender os centrais e a linha defensiva, fazendo com que estes não subissem tanto no terreno e não encurtassem os espaços, isto é, Espanha teria que jogar com mais largura e não iria apresentar um bloco compacto.  
Como podem ver, existem opções válidas para qualquer das alternativas. Nélson Oliveira conduziria a que Piqué e Ramos jogassem mais rápido e poderia provocar erros, Hugo Almeida obrigaria a que a Selecção Espanhola não jogasse tão junta e Portugal poderia depois, aproveitar os espaços que seriam deixados nas entrelinhas para explorar os contra-ataques.
Paulo Bento terá este primeiro dilema para resolver, já que esta temática afigura-se como essencial para o encontro que se avizinha.
Outro dos problemas com que Portugal se irá deparar na quarta-feira, será a ocupação de espaços, nomeadamente, no meio-campo. Veloso, Moutinho e Meireles terão um trabalho desgastante mas, no entanto, bastante útil. Terão pouca bola, é certo, e por isso deverão saber ocupar bem os espaços com especial atenção para Veloso que deverá saber anular as diagonais interiores que os espanhóis fazem muitas das vezes em busca de espaços. Existia ainda a possibilidade de Portugal apresentar-se com Veloso e Custódio como duplos-pivots mas, nesse caso, Moutinho seria o único jogador do meio-campo capaz de progredir com a bola e criar situações de contra-ataque. Muito curto para uma Selecção que do outro lado conta com Xavi, Xabi Alonso e Busquets.
Paulo Bento não deverá fazer muitas alterações, para não quebrar com o entrosamento já alcançado por estes elementos. O técnico luso deverá, sim, alterar a filosofia de jogo. Portugal terá poucas vezes a bola mas quando a tiver, será importante ter uma boa qualidade da posse de bola e sermos criteriosos na definição de jogadas. Um passe errado pode deitar tudo a perder.
A solução passa por apresentar o mesmo esquema táctico, mas com um bloco mais compacto de forma a não proporcionar espaços vazios à ‘Roja’, caso contrário, eles não perdoarão. Em suma, bloco junto, pressão, intensidade, concentração, ocupação de espaços e muita garra. Serão estes os ingredientes para bater Espanha. Assim que Portugal recuperar a bola terá de ter capacidade para sair pelas laterais e aproveitar as subidas, em falso, de Arbeloa e Jordi Alba para depois Ronaldo e Nani apoiados por Coentrão e João Pereira desequilibrarem e levarem Portugal à final.
Quarta-feira, dia 27 de Junho, pelas 19:45, Paulo Bento já terá dito a todos os jogadores que iremos ganhar o jogo e iremos elevar bem alto o nome desta nação. O último confronto entre estas duas Selecções, teve um desfecho de 4-0 para a equipa das quinas que numa grande demonstração de carácter, atitude e demonstração de garra, Portugal mostrou que era possível bater esta Espanha.
Esperamos todos nós, que o desfecho seja idêntico ao do último jogo!

Portugal enfrenta Espanha nas 'meias'

Portugal vai defrontar a Espanha nas meias-finais do Euro 2012, depois da 'Roja' ter batido a França por 2-0. O médio Xabi Alonso foi o homem do jogo, ao apontar os dois golos da partida, aos 19 e 91 minutos. O duelo ibérico vai ter lugar no mesmo palco, o Donbass Arena, em Donetsk, na próxima quarta-feira.

Confira os golos do jogo:


sexta-feira, 22 de junho de 2012

James e Falcao bisam no jogo de Messi

James Rodríguez e Radamel Falcao estiveram em destaque no jogo de solidariedade organizado por Lionel Messi em Bogotá, na Colômbia. O extremo do Porto e o avançado do Atlético Madrid contribuíram com dois golos cada para o empate a seis bolas entre os 'Amigos de Messi' e o 'Resto do Mundo'. Dunga e Fabio Capello foram os treinadores encarregues de orientar uma autêntica constelação de estrelas, onde não faltaram Robinho, Lavezzi, Diego, Daniel Alves, Marek Hamsik e Fabio Cannavaro, entre outros. 

Confira os jogadores e os golos da partida:

Amigos de Messi: José Manuel Pinto; Diego Godín, Diego Lugano (Diego Pérez), André Santos, Wálter Gargano, Javier Mascherano, Diego, Lionel Messi (Dani Alves), Ezequiel Lavezzi, Robinho e Daniel Oswaldo (Ariel Ortega). Treinador: Dunga.

Resto do Mundo: Farid Mondragón (Guillermo Ochoa); Álvaro González, Mario Yepes, Fabio Cannavaro, John Viáfara, Marek Hamsik, Giovanni Hernández (Franco Zuculini), James Rodríguez, Radamel Falcao García, Teófilo Gutiérrez e Diego Forlán.  Treinador: Fabio Capello


Adeus checos, olá meias-finais!


Portugal já carimbou o passaporte rumo às meias-finais do Euro 2012, graças à vitória por 1-0 sobre a República Checa por 1-0. O autor do golo foi Cristiano Ronaldo, aos 80 minutos, já depois de o capitão da Seleção ter enviado por duas vezes a bolas aos postes da baliza defendida por Petr Cech.
Em primeiro lugar, convém referir que o resultado é enganador. A diferença de apenas um golo é demasiado pesada para o que ambas as equipas produziram ao longo dos 90 minutos. Se é certo que foram os checos quem entraram melhor na partida, ainda que sem causar perigo a Rui Patrício, depois dos 25 minutos iniciais, Portugal começou a crescer e acabou a primeira parte como dono do jogo.Contudo, esse domínio não se traduzia em acerto com a baliza e as coisas ainda ficaram mais complicadas quando Héder Postiga saiu lesionado aos 39 minutos, sendo substituído por Hugo Almeida. Mas tudo poderia ter sido diferente se Cristiano Ronaldo, aos 45 minutos, depois de ter recebido a bola na área e de t4er rodado muito bem, não rematasse, novamente ao poste (já tinha enviado duas bolas aos ferros contra a Dinamarca).
O intervalo chegou então com 0-0 no marcador e se a Seleção portuguesa já dominava na primeira parte, na segunda isso foi ainda mais notório. Portugal começou com muita pressão sobre os homens da República Checa, domínio territorial, posse de bola e transições rápidas que iam causando várias situações de perigo, normalmente resolvidas por Petr Cech ou pelo poste, como aconteceu novamente ao minuto 48, num livre de CR7. As ocasiões desperdiçadas iam-se acumulando e quando já havia muita gente a fazer contas ao prolongamento eis que Cristiano Ronaldo, quem mais, correspondeu da melhor forma a um excelente cruzamento do lado direito de João Moutinho e cabeceou para o fundo das redes, colocando finalmente alguma justiça no marcador. Até ao apito final de Howard Webb, a República Checa não mostrou argumentos para dar a volta ao resultado e Portugal limitou-se a gerir a posse de bola.
O próximo encontro será agora na próxima quarta-feira, dia 27 de Junho, às 19h45, em Donetsk, na Ucrânia, sendo que a equipa orientada por Paulo Bento irá encontrar Espanha ou França, adversários nos quartos-de-final.

Recorde aqui os melhores momentos da partida...

Portugal vs Czech - FullTime por TenMillionSlaves


E vibre com o relato do golo feito pelos profissionais da Antena 1






VAI DAR QUE FALAR: Ciro Immobile


Ciro Immobile é o exemplo perfeito do que é ser um avançado eficaz. Sem grandes misericórdias na hora do remate, o jovem internacional sub-21 italiano não necessita de muitas oportunidades para converter em golo as jogadas de ataque, mostrando qualidade e objectividade de execução. Apontou 28 golos na Serie B ao serviço do Pescara (que regressa ao principal escalão dez anos depois) e chega agora a um novo desafio na sua carreira: o Génova. Depois de ter brilhado no Torneo de Viareggio 2010 ao serviço da Juventus, onde foi considerado o melhor jogador da prova e bateu o recorde de golos numa só edição do torneio (10 golos), Immobile teve dificuldades em encontrar espaço na equipa principal da Vecchia Signora e foi emprestado.

As passagens pelo Siena e pelo Grosseto na época 2010/2011 não foram muito profícuas, ficando as suas exibições muito aquém das expectativas. Porém, a chegada ao Pescara no início da última temporada viria a revelar todo o seu instinto de matador. Com o experiente treinador checo Zdenek Zeman ao leme (sim, esse que chegou agora à Roma e anda no bate-boca com Mourinho), o jovem ganhou a confiança que tanto lhe havia faltado na época anterior, fazendo rapidamente amizade com as redes da baliza adversária. Há 3ª jornada levava já quatro golos na conta pessoal e abriu caminho para uma época brilhante onde se sagrou o goleador máximo da Serie B e ajudou o Pescara a regressar ao escalão principal. Desembolsando cerca de 4 milhões de euros para adquirir 50% do passe, o Génova abriu-lhe as portas para agora se mostrar ao mais alto nível do futebol transalpino. Será Immobile uma das surpresas da próxima temporada em Itália? A concorrência no plantel é forte, mas acredito que sim…




Ficha Técnica



Nome: Ciro Immobile
Data de nascimento: 20/02/1990 (22 anos)
Local de nascimento: Torre Annunziata - Itália
Altura: 185 cm
Peso: 78 kg
Posição: Avançado
Clube: Génova
Nº Camisola: -



quinta-feira, 21 de junho de 2012

Talento sueco preferiu Benfica ao Real Madrid

Robert Mirosavic, jovem médio de apenas 17 anos, está a caminho do Benfica. O empresário do jogador confirmou ao jornal Sportbladet que o capitão da seleção sub-17 da Suécia preferiu os 'encarnados' ao Real Madrid: «O Real Madrid esteve em contactos pelo Robert, estavam muito interessados nele, mas ele achou que o Benfica seria a melhor opção para desenvolver a sua carreira». De acordo com a mesma publicação, o jogador do Helsinborgs também estava na mira de Sporting, Arsenal e Sunderland.

Vídeo Motivacional: PORTUGAL vs REPÚBLICA CHECA

Em dia de um decisivo Portugal vs República Checa, que dará acesso às meias-finais do Campeonato da Europa, apresentamos um vídeo motivacional, que pode servir não só para os jogadores, mas também para os adeptos. Nós acreditamos! Força Portugal!

Para ouvir bem alto:

Bayern quer Guardiola para...2013


Desde que Pep Guardiola anunciou a sua saída do Barcelona, o seu telefone não mais parou de tocar, com várias propostas a serem-lhe apresentadas. Contudo, ex-técnico dos 'blaugrana' tem declinado todos os projetos por fazer finca pé em afastar-se temporariamente do futebol. Será uma espécie de 'retiro sabático', pelo que, sabendo disso, o Bayern de Munique tem apertado o cerco para que o treinador espanhol rume à Baviera, mas só para treinar a equipa a partir de 2013/2014. Esta é uma forma de tentar aliciar Pep, dando-lhe a pausa que ele tanto reclama, ao mesmo tempo que lhe dá tempo para preparar a sua entrada em Munique da melhor forma. Uma atitude que terá agradado a Guardiola, que se mostrou recetivo a analisar a proposta dos alemães. Inclusivamente, a imprensa alemã avança que o seu irmão e assessor já teria tido uma reunião com o diretor desportivo do clube, Christian Nerlinger. O encontro teria acontecido em Madrid, após a vitória do Barcelona sobre o Athletic Bilbao na Taça do Rei. 
Entretanto, Khedira, jogador do Real Madrid e Valdés, guardião do Barça, já vieram a terreiro apoiar a opção do técnico, o que acaba por indicar que Munique pode ser mesmo o próximo destino de Pep Guardiola.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

VÍDEO: Ibrahimovic despede-se em grande...

A Suécia partiu para a última jornada da fase de grupos do Europeu sabendo que, independentemente do resultado que fizesse, já não iria continuar em prova. Ainda assim, não só os nórdicos venceram a França por 2-0 como Zlatan Ibrahimovic foi o autor de um dos melhores golos da competição até ao momento.

Para ver e rever vezes sem conta


terça-feira, 19 de junho de 2012

Éder Luís e Fellipe Bastos em definitivo no Vasco da Gama


O Vasco da Gama anunciou no seu site oficial a contratação de Éder Luís e Fellipe Bastos, a título definitivo. Os dois jogadores estavam cedidos aos vascaínos pelo Benfica desde 2010. Apesar de não terem sido revelados os contornos do negócio, a imprensa brasileira avança que os 'encarnados' vão receber cerca de 3 milhões de euros.

Eis o comunicado do Vasco da Gama:

«A Diretoria do Club de Regatas Vasco da Gama informa que a negociação com o Benfica para a aquisição dos direitos económicos dos atletas Éder Luís e Fellipe Bastos foi finalizada com êxito. Nos próximos dias, os jogadores firmarão os novos contratos com o clube. É importante destacar a atitude da Direção do Benfica e, em particular, do Presidente Dr. Luís Felipe Vieira, sempre cordial e amiga».

Villas Boas perto do Tottenham

A imprensa inglesa da conta que o treinador português está perto de assumir o comando da equipa inglesa. Afirmando mesmo que no dia de ontem houve contatos entre representantes de André Villas Boas e elementos da direção dos «Spurs», Daniel Levy. O Tottenham procurar um substituto para suceder a Harry Redknapp.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Paços-de-Ferreira contrata Paolo Hurtado

Paolo Hurtado, extremo-esquerdo de 21 anos, é a mais recente contratação do Paços-de-Ferreira. O jovem peruano atuava no Alianza Lima, onde foi colega do sportinguista André Carrillo. Hurtado chega à Mata Real a custo zero, tendo rubricado um contrato válido por três temporadas. 

Filipe Souza reforça Rio Ave

Filipe Souza, jovem médio de 18 anos, é reforço do Rio Ave para as próximas 5 épocas, cedido pela Gestifute. A empresa de Jorge Mendes detém 50% do passe do internacional sub-20 brasileiro, adquiridos há poucos meses ao Bahia por 2,2 milhões de euros. Souza deu nas vistas na Copa São Paulo de Futebol Juniores de 2011, antes de integrar o plantel principal do clube baiano.

Último Reduto: Tão grandes como os maiores da Europa


Com a fase de grupos prestes a terminar, os melhores equipas deste EURO começam a ocupar os seus lugares no quadro dos quartos-de-final. Fantástico torneio na indefinição de quem passa e quem vai embora, com muita emoção e muitos golos à mistura. Nada de selecções em branco, nada de jogos empatados a zero. E a esse nível, estaremos a assistir a um dos melhores Europeus de sempre.

Dessa indefinição foi exemplo máximo o Grupo A, onde a favorita Rússia ficou pelo caminho, depois de aplicar uma goleada na primeira jornada. Uma vez mais – e sempre ligada a Portugal – a Grécia qualificou-se de fininho para a fase a eliminar, apostando na reedição do estilo de jogo que valeu o título em 2004. Em primeiro postou-se a República Checa para defrontar Portugal, que ontem se afirmou como uma grande equipa.

Que gozo deu ver jogar a Selecção! Indesmentível o querer e a competência destes jogadores quando encostados às cordas, do esteio Pepe aos inspirados laterais ofensivos, passando pela imponência de Veloso e pela omnipresença de Moutinho, culminando na pura classe de Nani e de Ronaldo. Um jogo colectivo impressionante que deu em vitória categórica – pena que, uma vez mais, a finalização esteja por afinar, caso contrário a Holanda regressaria a casa sem pontos e com uma goleada no saco.

Muita da culpa pela exibição de ontem pertence ao cartório de um extra-terrestre que com algum atraso aterrou na Ucrânia. Nestas coisas evita-se o absoluto, mas desafio-vos a lembrarem um jogo melhor de Ronaldo com as quinas ao peito. Dois golos, duas bolas no ferro, e mais duas ou três boas ocasiões para marcar, para além de momentos de classe como aquela recepção-finta que fica na retina de todos. A melhor exibição individual da fase de grupos deste EURO pertence ao melhor dos jogadores europeus, afundando as críticas que se levantaram nos últimos dias.

Ainda a tempo de ser o melhor. Ainda a tempo de nos fazer levantar do sofá. Quinta-feira não há cá chapeladas, é rumo às meias.

BOLA AO MEIO: Hoje houve Portugal!



Segurança, dinâmica e velocidade. São estes os três adjectivos que caracterizam a melhor exibição que Portugal fez neste Europeu e coloca-nos nos quartos-de-final onde iremos defrontar a República Checa.

A armada lusitana entrou contida no jogo e toda a expectativa inicial transformou-se numa situação complicada uma vez que a laranja mecânica mostrou desde logo para o que ia, tinham de vencer para se apurarem e entraram num 4x1x3x2. Os holandeses carregaram e chegaram mesmo ao golo inaugural por intermédio de Van der Vaart onde a equipa das quinas mostrou grande dificuldade em suster a pressão inicial dos holandeses. Portugal reagiu da melhor maneira e chegou ao empate depois de uma grande jogada de entendimento entre Nani, Moutinho e João Pereira onde o lateral-direito soube aproveitar o facto de Postiga ter arrastado a marcação consigo e ver Ronaldo a entrar nas costas da linha defensiva que através de um passe de morte colocou Cristiano na cara de Stekelemburg para fazer o empate. 

A equipa capitaneada por Ronaldo conseguiu ter o boost de confiança que tanto necessitava e a partir dos 28 minutos tomou conta do jogo e esteve sempre por cima dos holandeses. Contudo, antes do golo do empate foram várias as oportunidades para Portugal empatar com o capitão da equipa lusa a enviar uma bola ao poste, assim com Postiga e Meireles a desperdiçarem boas oportunidades. Um golo surge sempre em boa altura mas este golo catapultou a equipa para uma exibição mais sólida e confiante que permitiu encarar o jogo de outra forma e partir para a vitória e a exibição de gala.

Portugal procurava explorar, essencialmente as laterais com as subidas de Coentrão e João Pereira para apoiarem Ronaldo e Nani, respectivamente. Futebol de alta rotação com transições fortes e rápidas.

Veio o intervalo com o 1-1 no marcador, com a combinação de resultados do Portugal - Holanda e do Dinamarca - Alemanha que também se encontrava empatado a uma bola, Alemanha e Portugal estariam apurados para os quartos-de-final. Holanda tinha mais posse de bola mas Portugal era quem tinha qualidade da posse de bola como comprovam as inúmeras oportunidades criadas ao longo da 1ª parte.

Sem mexidas ao intervalo, foi assim que Paulo Bento decidiu abordar a 2ª parte do encontro. Com oportunidades de parte a parte, sendo as mais clamorosas para Portugal, foi assim que se iniciou o que viriam a ser os últimos 45 minutos no Europeu 2012 da actual vice-campeã Mundial. Uma grande inter-ajuda e solidariedade defensiva permitiu a Portugal agarrar o empate e sonhar em algo mais. A identidade de jogo manteve-se e Portugal continuou a criar boas ocasiões através das transições rápidas. A Holanda tentou encontrar todos os caminhos para a baliza defendida por Rui Patrício mas deparavam-se sempre com o mesmo problema, Pepe, imperial nos processos defensivos da equipa e não só!

Aos 64 minutos, Paulo Bento decidiu refrescar o ataque dando nova oportunidade ao jovem Nélson Oliveira que viria para servir de referência de ataque numa altura em que a Holanda carregava mais e que Portugal podia aproveitar num contra-ataque para matar o jogo. O sacrificado foi Hélder Postiga que saiu de rastos muito pelo trabalho invisível que teve ao abrir espaços para Ronaldo e Nani poderem aparecer em zonas de finalização.

Com a subida no terreno por parte dos holandeses e com a lesão e fadiga de Meireles, Paulo Bento apresentou a primeira alteração táctica nesta partida, ao lançar em campo Custódio. O triângulo do meio-campo acabou por ser invertido com Miguel Veloso e Custódio na frente da defesa e Moutinho com mais liberdade para definir as jogadas e integrar o ataque. 

Ao minuto 74, Pepe (sempre o mesmo) interceptou um passe à entrada da grande área portuguesa e lançou rápido o contra-ataque para Ronaldo que deu curto a Moutinho para este lateralizar o jogo para Nani que virou tudo para Ronaldo que novamente na cara do guarda-redes holandês ainda teve tempo para sentar Van der Wiel e fazer o 2-1. 

Até ao fim, quando se avizinhava que a Holanda subisse no terreno e pressionasse ainda mais criando ocasiões de golo foi exactamente ao contrário. Até ao final do encontro, Portugal teve nos pés de Nani e na cabeça de Nélson Oliveira a oportunidade bem merecida, por sinal, de ampliar a vantagem, algo que acabou por não se verificar.

O resultado final foi de 2-1 para Portugal que mostrou grande concentração e solidez defensiva, uma boa dinâmica e fluidez na saída de bola por parte do meio-campo e velocidade na execução e pensamento por parte dos homens mais adiantados.

Há motivos para acreditar nesta selecção que com humildade e união terá reunidas todas as condições para bater a República Checa. Uma selecção sem grandes individualidades, à excepção de uma ou outra elemento mas com grande espírito de sacrifício e bons tacticamente.

Depois da desgraça surgem sinais muito positivos daquilo que Portugal poderá vir a fazer este Europeu. Não se pode pedir uma equipa de controle de tempos e espaços mas sim uma equipa de rápidas transições fruto de ter Ronaldo e Nani nas alas que podem decidir um jogo a qualquer momento.

Hoje houve Ronaldo, houve Portugal, houve festa em Kharkiv! Muito Portugal para pouca Holanda. A selecção comandada por Marwijk acabou por ser a desilusão deste Europeu ao ir para casa mais cedo sem qualquer ponto.

domingo, 17 de junho de 2012

Euro 2012: Ronaldo conduz Portugal aos quartos!

Portugal está nos quartos-de-final do Euro 2012, depois de bater a Holanda por 2-1. Cristiano Ronaldo deu uma resposta cabal aos críticos e rubricou uma magnífica exibição, coroada com dois golos. 

Bert van Marwijk escalou um 'onze' totalmente virado para o ataque, e a 'Laranja Mecânica' começou por cima, chegando ao golo logo aos 11 minutos, por intermédio de Van der Vaart. Portugal reagiu de imediato, com Cristiano Ronaldo a atirar ao poste, e Postiga a falhar na cara de Stekelenburg. Aos 28', João Pereira fez uma grande assistência para Ronaldo, e o capitão não vacilou, fazendo o empate. Até final da primeira parte, CR7 dispôs de mais três ocasiões de golo, e a Holanda, apesar da maior posse de bola, estava rendida ao futebol lusitano.

A 'Seleção das Quinas' entrou na segunda parte com vontade de dar a volta ao marcador, e a Holanda estava obrigada a arriscar tudo para sonhar com os quartos-de-final. Depois de um golo (bem) anulado a Postiga, Coentrão e Nani estiveram muito perto de marcar, mas Stekelenburg exibiu-se a grande nível. Já com Nélson Oliveira e Custódio, Cristiano Ronaldo consumou a reviravolta, ao concluir com êxito um excelente passe de Nani. Faltavam 15 minutos para o fim da partida, e com a Alemanha a vencer a Dinamarca, Portugal estava nos quartos. Aos 82', Van der Vaart esteve perto do 'bis', atirando ao poste da baliza de Rui Patrício, e em cima do minuto 90, Cristiano Ronaldo voltou a rematar ao 'ferro', num grande remate de pé esquerdo. Nos minutos finais, Paulo Bento fez entrar Rolando para segurar o resultado, que não mais se alterou. Portugal carimbou o passaporte para os quartos-de-final da competição, e Ronaldo calou os críticos, tendo sido eleito o melhor em campo. 

A Alemanha, que bateu a Dinamarca por 2-1, garantiu o primeiro lugar do grupo B, e vai medir forças com a Grécia. Por sua vez, a 'Seleção das Quinas' vai defrontar a Republica Checa, numa reedição dos quartos do Euro 1996, onde Karel Poborsky acabou com o sonho lusitano. 


sábado, 16 de junho de 2012

Saviola está de saída

O avançado argentino do Benfica Javier Saviola deverá deixar, neste defeso, o clube da luz. Pouco utilizado na época passada onde teve o estatuto de quarta escolha atrás de Óscar Cardozo, Rodrigo e Nélson Oliveira o Benfica pretende agora vender o avançado que chegou em 2008/09 por 5 milhões de euros vindo do Real Madrid. "El Conejo" já passou a "barreira" dos 30 anos pelo que o Benfica sabe que daqui para a frente será cada vez mais difícil fazer um bom encaixe financeiro com o avançado. Segundo a imprensa, Saviola tem já alguns pretendentes na América do Sul nomeadamente o "seu" River Plate onde despontou (juntamente com Pablo Aimar) no final dos anos 90. 
O Benfica perece disposto a negociar a partir dos 2 milhões de euros até porque o argentino é um dos jogadores com maior salário do plantel. Saviola já frisou que estará sempre muito agradecido ao Benfica por este lhe ter relançado a carreira.    

sexta-feira, 15 de junho de 2012

VAI DAR QUE FALAR: Rafal Wolski

Há jogadores que, só pela forma como tratam a bola, deixam qualquer adepto de futebol de água na boca. Por outro lado, a tarefa dos olheiros torna-se também mais simples, pois percebe facilmente o talento que este tipo de jogadores possuem. Rafal Wolski, de apenas 19 anos de idade, é um desses casos. Convocado para o Euro sem ter qualquer internacionalização A pela Polónia, o jovem do Légia Varsóvia é a nova coqueluche de um país que espera ser a surpresa da prova que co-organiza. Com Ludovic Obraniak a tapar-lhe espaço na selecção, Wolski dificilmente terá oportunidade de se mostrar neste campeonato da Europa, porém Franciszek Smuda deu-lhe a prova de que no futuro conta com ele. Eleito jogador revelação do campeonato polaco, o jovem fez uma época muito boa, sendo o terceiro melhor marcador da equipa com 6 golos apontados.

Mas mais do que os números, Wolski destacou-se pelos seus dotes técnicos. Actuando como médio-ofensivo, assumiu-se como o cérebro da equipa desde a saída de Rybus em Janeiro, passando a ser vangloriado pelos adeptos do Légia. A forma com que transporta a bola e se desembaraça de situações teoricamente complicadas são dignas de um jogador de classe mundial. Para além disso, Wolski faz as delícias do público apresentando um vasto repertório de fintas e de toques de génio. A facilidade com que faz uso de ambos os pés faz dele um jogador ainda mais imprevisível, podendo a qualquer momento isolar um companheiro de equipa com um passe de ruptura ou desferir um remate sem preparação. Alguns clubes de renome europeu já o têm debaixo de olho e a verdade é que, caso continue a ter uma evolução sustentada, não tarda estará a brilhar ao mais alto nível.




Ficha Técnica



Nome: Rafal Wolski
Data de nascimento: 10/11/1992 (19 anos)
Local de nascimento: Kozienice - Polónia
Altura: 172 cm
Peso: 66 kg
Posição: Médio-Ofensivo
Clube: Légia Varsóvia
Nº Camisola: 27



Abourazzouk na mira de Benfica, Sporting e Braga

Hamza Abourazzouk, avançado de 25 anos - completa amanhã 26 -, tem vários clubes portugueses interessados na sua contratação. A imprensa marroquina avança que o jogador do Maghreb Fès, que apontou 15 golos no campeonato, foi abordado pelo Benfica e pelo Sparta Praga, e está na mira de Sporting e Braga, entre outros. Abourazzouk tem estado em evidência na seleção, depois de ter apontado o golo que deu o empate a Marrocos, diante da poderosa Costa de Marfim. 

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Sporting apresenta proposta por Adu Kofi



O Sporting apresentou uma proposta por Enoch Adu Kofi, médio ganês do Nordsjaelland. Quem o confirmou foi o próprio jogador, em declarações à imprensa do seu país: «Recebi uma proposta do Sporting e já falei com os responsáveis do clube. Ainda nada está certo, mas o meu empresário continua em conversações e espero que cheguem a acordo». O jogador de 21 anos também está na mira de Arsenal, Club Brugge e Odense.

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Portugal sofre mas vence Dinamarca

Frente à 'besta-negra' das duas últimas qualificações, Portugal entrou disposto a corrigir o resultado negativo da primeira ronda. Depois de Cristiano Ronaldo e Hélder Postiga desperdiçarem duas boas ocasiões, Pepe cabeceou para o fundo das redes aos 24 minutos, na sequência de um pontapé de canto. A 'Seleção das Quinas' não abrandou e 12 minutos depois dilatou a vantagem, por intermédio de Postiga, depois de um excelente passe de Nani. À beira do intervalo, Bendtner, o 'carrasco' dos portugueses, reduziu para a Dinamarca, numa desatenção da defensiva lusa.

Na segunda parte, Portugal continuou a dispor das melhores oportunidades, mas começou a baixar as linhas. O capitão da seleção nacional voltou a estar em evidência pela negativa, ao falhar dois golos na cara de Andersen. Quem não marca arrisca-se a sofrer e Bendtner fez questão de comprovar a teoria, fazendo o empate aos 80 minutos. Os pupilos de Paulo Bento foram obrigados a correr novamente atrás da vitória, e três minutos depois de ter entrado em campo, Silvestre Varela fez o tento que garantiu os três pontos, aos 87'. 

Veja os golos do jogo:


Alemanha bate Holanda com 'bis' de Gomez

Mario Gomez, autor do golo que ditou a derrota de Portugal diante da Alemanha, voltou a ser decisivo, desta vez diante da Holanda. O avançado fez os dois golos com que os germânicos bateram os holandeses, ambos a passe de Bastian Schweinsteiger. Robin Van Persie marcou o único tento da 'Laranja Mecânica'. Com mais esta vitória, a Alemanha lidera o grupo B com seis pontos, mais três que Portugal e Dinamarca, enquanto que a Holanda permanece no último lugar com zero pontos. No entanto, qualquer das seleções têm hipóteses de passar à fase seguinte. 

Confira os golos da partida:


segunda-feira, 11 de junho de 2012

Carlos Manuel novo selecionador da Guiné-Bissau

Carlos Manuel é o sucessor de Luis Norton de Matos no comando da seleção da Guiné-Bissau. O técnico de 54 anos regressa a África depois de ter orientado os angolanos do 1º de Agosto. Manuel Nascimento Lopes, presidente da Federação de Futebol de Angola, confirmou que Carlos Manuel já estará no banco no próximo jogo da seleção guineense, no próximo sábado: «Vamos fazer um bom jogo frente aos Camarões. Com o Carlão, seguramente, pelo que vi nos treinos penso que temos homem. Os jogadores estão dispostos a ir ao jogo com um bom espírito». 

Carlos Manuel está confiante numa boa resposta dos jogadores, apesar do pouco tempo de preparação: « Não é fácil pegar numa equipa e logo a seguir ir fazer um jogo muito importante perante uma potência do futebol africano. Mas os jogadores têm uma ideia boa do jogo que vamos ter de fazer».

Sporting e Benfica dominam convocados para o Europeu de sub-19

O Sporting e o Benfica são os clubes mais representados na convocatória para o Europeu de sub-19, que se vai realizar de 3 a 15 de julho, na Estónia. O selecionador nacional Edgar Borges chamou oito 'leões' e sete 'águias' para a prova. Portugal integra o grupo A, juntamente com a Espanha, Grécia e a anfitriã Estónia. 


Confira a lista de convocados:

Guarda-redes: Bruno Varela (Benfica) e Rafael Veloso (Sporting)

Defesas: Daniel Martins e João Cancelo (Benfica), Edgar Ie e Tiago Ilori (Sporting), Pedro Almeida (Leiria) e Tiago Ferreira (Porto)

Médios: André Gomes (Benfica), Tozé e Alves (Porto), João Mário e Agostinho Cá (Sporting)

Avançados: Betinho, Bruma e Ricardo Esgaio (Sporting), Cafú e Ivan Cavaleiro (Benfica)

domingo, 10 de junho de 2012

Euro 2012: Mario Gomez derrota Portugal

A 'Seleção das Quinas' estreou-se no Euro 2012 com o pé esquerdo, perdendo por 1-0 frente à Alemanha. Num jogo marcado pelo equilíbrio, foi Mario Gomez quem fez toda a diferença. O ponta-de-lança hispano-germânico marcou o único tento da partida à passagem dos 72 minutos, num excelente cabeceamento, sem hipóteses para Rui Patrício. Antes da estocada de 'El Torero', foi o luso-brasileiro Pepe quem esteve muito perto de marcar. O central do Real Madrid rematou à trave da baliza de Neuer, com a bola a pisar a linha de golo, mas sem a ultrapassar por completo. Portugal nunca baixou os braços e teve duas grandes ocasiões para empatar a contenda, primeiro por Nani, que voltou a encontrar o ferro, depois por Varela, que falhou na cara do guardião alemão. 

Portugal deixou uma boa imagem, mas continua a pecar na finalização. À imagem do que sucedeu no Euro 2004, resta acreditar que a seleção nacional vença os próximos jogos, diante de Dinamarca e Holanda. 

Veja os melhores momentos da partida:


'Vikings' surpreendem 'Laranja Mecânica'

A Dinamarca bateu a favorita Holanda no jogo de abertura do grupo B, com um golo solitário de
Krohn-Dehli aos 24 minutos. Os holandeses fizeram 28 remates, contra 8 dos dinamarqueses, e ainda se queixaram de duas grandes penalidades por marcar. No entanto, a solidez defensiva dos nórdicos, com destaque para a grande exibição do guardião Andersen, valeu a liderança do grupo, a par da Alemanha. 

Confira os melhores lances do jogo:


Adrien não entra no plantel 2012/2013

O médio Adrien que atuou esta época ao serviço da Académica onde sagrou vencedor da Taça de Portugal e umas das figuras da equipa da briosa estará de saída de alvalade devido as declarações que o jogador deu numa entrevista antes da final da Taça de Portugal e recentemente a exigência do seu futuro esclarecido. Segundo consta as palavras do jogador não foram bem vistas na direção leonina nem junto de Sá Pinto. Adrien que tinha contrato até 2013 e estava previsto renovar com os leões. Com a porta de saída abeta o jogador deverá se mudar para frança onde desperta cobiça de vários emblemas desses países.

Opinião: Não fomos inferiores


Depois de ver o jogo de ontem da nossa seleção, fiquei com a sensação que podíamos ter empatado ou até mesmo ter ganho e em nada fomos inferior aos alemães, mas como é hábito dentro do campo retraímo-nos e demos a iniciativa ao adversário que nos respeitava (e muito) a nossa seleção. Esse respeito que nós não sabemos tirar proveito, retraímo-nos, damos a iniciativa de jogo a equipa adversaria que ontem foi a Alemanha que se apresentou sem ideias, lenta nos processos de transição de defesa ataque e abusou dos cruzamentos para a área o que viria a dar resultado com alguma sorte mas eficaz. Uma primeira parte onde Portugal cumpriu a sua estratégia por inteiro, mas depois de sofrer o golo Portugal agigantou-se perante uma Alemanha nervosa que depois de se apanhar em vantagem abdicou de atacar e defendeu como pôde. Arrisco-me a dizer que na unica situação em que Portugal falhou defensivamente a Alemanha fez o golo, mas também por culpa do desvio que a bola sofreu ao embater em João Moutinho apanhado assim Pepe de surpresa.

No jogo de ontem Portugal apresentou níveis de concentração altíssimos que falharam no jogo da Turquia em jogadores importantes na tarefa defensiva no caso de Miguel Veloso uma boa exibição do medio do Génova muito concentrado nas suas tarefas defensivas e a soltar a bola rápido para o ataque, rápido a fechar o flanco esquerdo nas subidas de Fábio Coentrão que mais uma vez mostrou ser um dos melhores defesas esquerdos da europa. Defende bem com garra e concentração e parte para o ataque sempre pelo seguro criando várias situações de 2 para 1 com Cristiano Ronaldo ou até mesmo aparece livre na área. No lado oposto encontrava-se João Pereira com um trabalho mais difícil pela frente encontrava Podolski um jogador rápido poderoso fisicamente mas que ontem não apareceu inspirado também por culpa do lateral português que não deu muito espaço ao jogador alemão.

No eixo da defesa dois grandes centrais que se entendem as mil maravilhas o único erro deu golo porque de resto foram soberbos, mas destaque para Pepe sempre seguro ganhando muitos duelos com os avançados alemães. No meio campo já destaquei Miguel Veloso, mas Raúl Meireles e João Moutinho deram continuação ao bom trabalho de Veloso. Muita concentração do tridente do meio campo português a  jogar sempre pelo seguro e raramente falharam um passe, rápidos a fazerem as transições de bola jogando sempre a bola nos dois extremos de Portugal, mas fisicamente estão muito abaixo dos médios alemães e perderam alguns duelos físicos. Nas alas Portugal só aproveitou bem as subidas dos laterais alemães quando já se encontrava a perder criando varias oportunidades de golo tanto por Nani, Cristiano Ronaldo e depois Varela que entrou "mexido" e isso notou-se nas varias oportunidades de golo que teve, uma dor de cabeça para Lahm e Boateng na parte final do encontro, o segundo então perdeu vários duelos com Cristiano Ronaldo. Penso que é aqui que Portugal que peca no homem mais avançado no terreno Hélder Postiga esteve mal não ganhou nenhuma bola na frente de ataque, não segurou nenhuma bola a espera dos colegas a única situação em que foi visível a sua presença foi numa falta desnecessária que lhe valeu o cartão amarelo. O estreante Nelson Oliveira entrou bem segurou algumas bolas uma delas podia ter dado golo lutou mais que Postiga e penso que merecia uma oportunidade no próximo jogo. Rui Patrício seguro e sem culpas no golo.

No encontro seguinte com a Dinamarca temos que conseguir uma vitória para manter a esperança de continuar na prova, mas a equipa do norte da europa entrou a ganhar com uma vitória surpreendente sobre a Holanda favorita a sair triunfante desta competição.

E por fim cuidado com a Rússia e apresenta um futebol objetivo e eficaz.

Último Reduto: O EURO do nosso contentamento


E por fim, começamos a falar do Euro que nos faz feliz. Já não é a conturbada zona do velho continente que ameaça implodir, já não é a moeda que poderá ter os dias contados. Agora é tempo para a Europa respirar futebol.

Finda a exigente época desportiva, a nata dos jogadores europeus faz um derradeiro esforço para alcançar a glória com a camisola do seu país. Às portas do certame polaco-ucraniano, Alemanha, Espanha e Holanda concentravam a aposta – como diria CR7 – do maior número de “malas de dinheiro”, enquanto em Portugal se debatiam os efeitos da gigantesca operação de marketing em torno da selecção, das inúmeras horas de directos sem grande conteúdo, aos descontos em cartão para encher o estádio.
Facto: goste-se ou não, as coisas são feitas porque resultam; o povo português socorre-se muito do futebol, e o EURO 2012 chega num período económico e social tão difícil que este é um refúgio ainda mais premente.

Dizer que a competição não começou bem para Portugal é uma evidência no quadro pontual, mas associada a uma derrota por muitos vaticinada esteve uma exibição competente e personalizada, bem distante dos confrangedores jogos de preparação. Faz parte da alma lusa dizê-lo mas, se invertêssemos os papéis das duas equipas no jogo de ontem, até à altura da finalização, seguramente que a Alemanha não teria saído derrotada. Falta sempre sorte, falta sempre sangue frio. Faltou ontem um homem-golo eficaz no lugar de Varela.
Ontem perdeu-se um jogo, três pontos, e qualquer margem de erro. Mas com certeza os jogadores ganharam confiança e asseguraram – a si próprios e a nós – que têm qualidade para se bater com os melhores. Além disso, viu-se entreajuda e sentido colectivo, que a serem transportados para os próximos jogos, poderão levar-nos aos quartos (lembram-se de 2004?)

Duas notas:
1 – Atenção à Dinamarca. Bateu – com fortuna à mistura, é certo – a favorita Holanda, baralhou as contas do grupo e entrará no próximo jogo motivada a selar a passagem à fase seguinte.
2 – Atenção à Rússia. Semi-finalistas em 2008 e donos de um futebol atractivo, podem ser a surpresa deste EURO. Trucidaram os checos e, com Arshavin, Dzagoev, Shirokov e Zhirkov, dispõem de um meio-campo fabuloso. E ainda há Izmailov no banco.

Carlos Martins de saída

O jogador do Benfica está a tentar desvincular-se do clube da Luz depois de saber que não fazia parte dos planos para a próxima época. Carlos Martins que atuou ao serviço da equipa espanhola do Granada, foi um jogador importante durante a temporada ajudando a equipa assegurar a manutenção com boas exibições, varias assistências e alguns golos. A equipa espanhola ainda tentou novamente o empréstimo junto do Benfica mas os responsáveis encarnados declinaram a proposta feita querendo sim vender o jogador e que tem um elevado preço para o clube espanhol. 

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Jackson Martínez a um passo do Dragão

O Porto está muito perto de garantir a contratação de Jackson Martínez, avançado colombiano de 25 anos. Em declarações à imprensa mexicana, Guillermo Cantú, presidente do Jaguares, confirmou a existência de uma proposta dos 'dragões': «Já vimos a proposta, estamos apenas a analisar alguns pormenores e esperamos que tudo se concretize nos próximos dias. As coisas estão a avançar da melhor maneira». De acordo com as notícias veiculadas no México, a proposta do Porto rondará os 8 milhões de euros.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Stefanovic reforça FC Porto

O FC Porto contratou o guarda-redes sérvio Igor Stefanovic de 23 anos que na época passada brilhou na Liga de Honra ao serviço do Santa Clara. O guardião, de 1,93 m, estaria também na lista de reforços de Sp. Braga e Gil Vicente mas os campeões nacionais adiantaram-se com um contrato válido por um ano.
Os dragões que já neste defeso contrataram o guarda-redes Fabiano ao Olhanense deverão integrar o novo reforço na equipa B mas sempre com a perspectiva de ser chamado à principal.   

Leonardo Jardim confirmado no Olympiakos

O Olympiakos anunciou no seu site oficial a contratação de Leonardo Jardim. O ex-treinador do Braga rubricou um contrato válido por duas temporadas, sucedendo a Ernesto Valverde no comando técnico dos campeões gregos. Trata-se da primeira experiência de Leonardo Jardim no estrangeiro, depois de ter passado por Camacha, Chaves, Beira-Mar e Braga. 

quarta-feira, 6 de junho de 2012

3x4x3: Mas afinal o que falta?

Ronaldo. Por estes dias é este o nome mais ouvido na boca dos portugueses e sobretudo dos media. A poucos dias do pontapé de saida contra a Alemanha por aqui se começam a perceber as incertezas que pairam à volta da selecção.

Apito final na Luz. Na ida para o balneário da seleção Ronaldo já sabe que dias o esperam depois da derrota frente à seleção turca. Não acredito que Ronaldo se sinta comprometido depois de um jogo pouco conseguido. A pressão passa lhe ao lado, pelo menos pelo que provou ao longo da carreira. Desde as expectativas iniciais em Manchester com a sua chegada aos 18 anos não tendo um impacto imediato esperado, aos duros golpes como a derrota na final do Euro 2004, passando pelo caso "Rooney" ou pela difícil primeira temporada em Madrid, Ronaldo sempre mostrou ser um profissional enorme. Na sua carreira, falta-lhe no entanto a coroação na seleção nacional.
Quando entrar em campo no Sábado, certamente será o mesmo de sempre. Com arrancadas, com alguns abusos em lances individuais, e sobretudo, com um ritmo que poucos na seleção têm. Pedir a Ronaldo que jogue o mesmo que no Real Madrid é uma falsa questão. Não existem duas equipas iguais, não existem dois momentos iguais.
Falta, e não é de agora, uma identidade à seleção portuguesa. O 4x3x3 que se impôs desde a saída de Deco não basta para dizer que a equipa, agora às ordens de Paulo Bento, tenha uma verdadeira identidade. Nem me parece que tivesse no tempo de Scolari, onde, sobretudo no Euro 2004, viveu muito de um conjunto de jogadores campeão europeu pelo Porto, mas também da personalidade de Figo, Couto, Costinha ou Rui Costa.
Olhamos para a seleção nos dois jogos de preparação antes do Euro. A equipa parece querer viver das arrancadas de Ronaldo e Nani, captando a bola entrada do meio-campo adversário. No meio-campo, Moutinho, Micael ou Meireles têm dificuldades em organizar. Esbarrando em lances de 1x1 ou em defesas fechadas, a bola circula para trás ou para o lado, com subidas de Coentrão sobretudo. Circulação lenta, com Ronaldo e Nani em ponto de mira para um desequilibrio individual.
Olhando mais para trás, o jogo amigável com a Espanha terá sido talvez um episódio raro de verdadeira identidade. 4x3x3, momentos de pressão alta, defesa, meio-campo e ataque me ligação, a poucos metros, com Moutinho e Meireles como ligação entre sectores e a defesas a subir em posse.
Mas esta forma de jogar perdeu-se nos jogos seguintes: contra a Argentina pouco saiu bem, apesar de alguns pormenores, depois, contra adversários que se mantinham mais recuados, deixou de fazer sentido jogar assim... perdeu-se a identidade, o ritmo, o jogo português esbarrou na falta de um organizador que faça a bola circular rápido, de um 9 que crie espaços e finalize...
Por tudo isto, até que ponto não terá sido otimo um grupo com Alemanha e Holanda? Portugal pode voltar a respirar o melhor futebol, com identidade. Se assim for, acredito na passagem, sem dúvida.

A despedida de sonho da Dinamarca...

A selecção da Dinamarca deparou-se com uma enorme surpresa à partida para a Polónia e Ucrânia. Enquanto esperavam para embarcar, jogadores e staff ouviram o hino no aeroporto... cantado e tocado por artistas que estavam disfarçados de passageiros e funcionários. Um momento verdadeiramente inspirador e que não deixou ninguém indiferente.

Confira o vídeo:

terça-feira, 5 de junho de 2012

Hugo Leal e Mano reforçam Estoril

O Estoril, recém promovido ao principal escalão do futebol português, garantiu a contratação de Hugo Leal e Mano. O médio de 32 anos estava sem clube, depois das negociações para a renovação do contrato com o Setúbal terem fracassado. Depois de passagens pelo Benfica, Atlético Madrid e Porto, entre outros, Hugo Leal assina por uma temporada com os 'canarinhos'. No caso do defesa-direito, formado no Belenenses, chega à Amoreira depois de passagens pelo Villarreal e pelo Levadiakos, rubricando contrato válido por duas épocas. 

Os estorilistas já haviam assegurado a contratação de Bruno Miguel, defesa-central que representou o Astra Ploiesti na última temporada. Por sua vez, Tiago Gomes e Gonçalo Santos viram os seus vínculos renovados por mais duas e três épocas, respetivamente.

Hugo Vieira apresentado no Benfica

Hugo Vieira foi apresentado oficialmente como o segundo reforço do Benfica para a temporada 2012/13. O ex-jogador do Gil Vicente afirmou que está a realizar um sonho de criança, e que é adepto dos 'encarnados' desde sempre: «Digamos que este é o meu sonho de criança, todas as pessoas que me conhecem sabem que sou benfiquista e sempre serei». O avançado português de 23 anos promete muito trabalho para lutar pela titularidade, e refere que a Seleção é o próximo objetivo da sua ainda curta carreira: «Se me afirmar no Benfica, o próximo passo é a seleção. Representar o meu país sempre foi outro sonho de criança». Hugo Vieira chega à Luz a custo zero, tendo assinado por quatro épocas. 

Ronaldinho no Atl. Mineiro

O brasileiro Ronaldinho Gaúcho de 32 anos assinou pelo Atlético Mineiro do Brasil. O jogador (considerado o melhor do mundo em 2004 e 2005) estava sem clube desde a rescisão com o Flamengo.
Era cobiçado por vários clubes, inclusive na Europa (onde jogou no PSG, Barcelona e AC Milan) mas optou por continuar no seu país natal. "Dinho" fez ontem o primeiro treino com a sua nova equipa.  

Kagawa já é reforço do Manchester United

O médio japonês do Borussia Dortmund já foi confirmado como novo reforço do Manchester United. Foi o próprio clube inglês que anunciou a transferência do jogador de 23 anos que se revelou peça fundamental na equipa germânica e na conquista do seu segundo título consecutivo de campeão da Bundesliga. A duração do contrato e os montantes envolvidos não foram divulgados.
Refira-se ainda que o nipónico foi o primeiro reforço anunciado pela equipa de Sir Alex Ferguson tendo em vista a temporada 2012/2013, sendo que Rio Ferdinand não demorou a reagir ao anúncio da mesma. «Bem-vindo Shinji Kagawa. Que sejas bem sucedido aqui!», escreveu o defesa inglês na sua página de Twitter.

Eis o comunicado da equipa inglesa colocado no seu site oficial:
«Manchester United is delighted to announce that it has agreed terms with both Borussia Dortmund and Shinji Kagawa for his transfer to the Club. The deal is subject only to the player medical and obtaining a UK work permit. These conditions are anticipated to be completed by the end of June».

Reveja aqui alguns dos melhores momentos do médio no Borussia: