quarta-feira, 31 de outubro de 2012

PSG oferece 300 milhões por Ronaldo e Mourinho

É a dupla de sonho composta por Cristiano Ronaldo e José Mourinho que os responsáveis do Paris Saint Germain acreditam ser a fórmula necessária para colocar o clube francês nas rotas dos títulos nacionais e, sobretudo, internacionais. Tentando aproveitar as dificuldades de renovação de contrato de CR7 com os 'merengues', uma vez que Florentino Pérez está hesitante em aceitar os 18 milhões de euros por ano que o internacional português 'reclama', de acordo com a imprensa italiana, o emblema gaulês está a preparar uma oferta milionária para tentar convencer o duo português a trocar a capital espanhola pela francesa. Em causa estará um investimento global de 300 milhões de euros (ordenados incluídos), números que darão seguramente que pensar, sobretudo numa altura de crise. O objetivo assumido pelo magnata do PSG, Al Thani, é claro: tornar o clube gaulês na equipa mais forte de todos os tempos. Contudo, já depois de Messi ter afirmado por este dias que «Paris, só para passear», resta saber se a dupla portuguesa se deixará convencer pela base dos euros. Seja como for, a confirmar-se, seria uma transferência que iria perdurar na história.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Arsenal vence Reading (7-5) em jogo épico

Jogo de loucos no Madejski Stadium. O Arsenal bateu o Reading por 7-5, após prolongamento, e garantiu a passagem aos quartos-de-final da Taça da Liga inglesa. A equipa da casa já vencia por 4-0 aos 37 minutos, com golos de Roberts, Koscielny (pb), Leigertwood e Hunt. Walcott, em cima do intervalo, iniciou a reviravolta histórica, impensável até para o 'gunner' mais crente. Na segunda parte, Giroud e Koscielny reduziram a vantagem para a margem mínima, e novamente Walcott, no último minuto de compensação, fez o 4-4, levando a partida para prolongamento. No tempo extra, continuou o espetáculo. Chamakh colocou os 'gunners' pela primeira vez na frente do marcador, mas apenas dois minutos depois, Pogrebnyak voltou a igualar a contenda. Quando os penalties já pareciam uma certeza, Walcott e Chamakh deitaram por terra as esperanças do Reading, garantindo uma vitória histórica para o Arsenal. 

Veja os golos deste hino ao futebol:


VÍDEO: Impressionante hat-trick de Lucas Moura

Lucas Moura, já se sabe, foi contratado no verão pelo Paris Saint Germain e em janeiro irá rumar à capital francesa. Contudo, tal não significa que o talentoso médio tenha deixado de espalhar a sua 'magia'
pelo São Paulo. E a prova disso aconteceu no jogo da equipa paulista frente ao Sport Recife, que os 'tricolores' venceram por 4-2, com Lucas a protagonizar um 'hat-trick'. Mais palavras para quê? O melhor mesmo é assistir ao vídeo, sendo que Lucas Moura ainda não partiu e já está a deixar muitas saudades na 'torcida'.


Sporting volta a encalhar frente à Académica

A Académica continua a ser um adversário 'non grato' para o Sporting. Depois de ter 'roubado' a Taça de Portugal aos 'leões', os 'estudantes' ajudaram a contribuir para o prolongar do momento depressivo que se vive em Alvalade ao manter a zeros a partida que encerrou a jornada 7, aumentando para 6 os encontros consecutivos que os 'verdes e brancos' somam sem saber o que é a vitória. Num jogo que foi globalmente fraco, também prejudicado pela forte chuva que se fez sentir, é de destacar a má 1ª parte dos 'leões', que entraram com pouca garra e com pouca determinação para quem necessitava urgentemente de dar a volta à crise. No último jogo orientado com Oceano à frente da equipa, Viola foi o jogador mais inconformado, mas foi pouco para contornar uma Académica sempre muito bem organizada e que no cômputo geral até se mostrou bastante atrevida, terminando a partida com 17 remates, um recorde neste campeonato para  equipa de Pedro Emanuel. No segundo tempo, o leão surgiu mais afoito, mas pareceu sempre incapaz de se libertar da pressão psicológica dos maus resultados. A equipa esteve sem ideias, sem fio de jogo e, quando assim é, dificilmente o resultado poderia ser melhor.Assim, pontos divididos, com os leões' a ocuparem agora o 10º posto, e a 10 da liderança, ao passo que a Académica segura a 8ª posição, com 8 pontos.

Reveja aqui os principais lances da partida:



segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Paulo Sérgio assume comando do Cluj

Paulo Sérgio é o sucessor de Ion Andone no comando técnico do Cluj. Gorada a contratação de Sérgio Conceição, o emblema romeno apostou no antigo treinador do Sporting, sem clube desde que saiu do Hearts, no passado mês de Junho. O contrato é válido até final da temporada, com mais dois anos de opção. O Cluj está na luta por uma vaga nos quartos-de-final da Liga dos Campeões com o Braga, Galatasaray e Manchester United. 

Gelson Fernandes poderá regressar ao Sion

Gelson Fernandes, médio que no defeso trocou a Udinese - onde esteve cedido pelo St. Étienne - pelo Sporting, poderá reforçar o Sion na reabertura do mercado. Foi o próprio presidente do clube helvético, Christian Constantin, que revelou a existência de um acordo com o jogador: «Com o jogador está tudo acertado e com o Sporting também estamos a avançar». O jogador suiço, de origens cabo-verdianas, já manifestou vontade de regressar ao Sion, clube onde se formou e onde passou doze temporadas. 

CR7 e Mourinho candidatos à Bola de Ouro'2012

Cristiano Ronaldo e José Mourinho são os representantes portugueses na lista divulgada hoje pela FIFA na corrida a melhor jogador e melhor treinador do mundo do ano de 2012. De resto, o avançado 'merengue' é um dos principais candidatos à sua conquista, sendo que terá a concorrer contra si mais 22 jogadores.

Eis a lista completa dos 23 candidatos à Bola de Ouro 2012:

Sergio Agüero
Mario Balotelli
Karim Benzema
Gianluigi Buffon
Sergio Busquets
Iker Casillas
Didier Drogba
Radamel Falcao
Zlatan Ibrahimovic
Andrés Iniesta
Lionel Messi
Manuel Neuer
Neymar
Mesut Ozil
Piqué
Andrea Pirlo
Sergio Ramos
Cristiano Ronaldo
Rooney
Yaya Touré
Robin van Persie
Xabi Alonso
Xavi

Além dos jogadores, também será distinguido o treinador do ano, sendo que José Mourinho é um dos nomes que fazem parte dos 10 nomeados pela FIFA. Além do técnico do Real Madrid, estão também nomes como Pep Guardiola, Alex Ferguson, Vicente Del Bosque, Roberto Mancini, Jürgen Klopp, Jupp Heynckes, Roberto Di Matteo, Joachim Löw e Cesare Prandelli.
Os vencedores serão divulgados em janeiro.

Taça de Portugal: FC Porto vai à Madeira e Benfica visita Moreira de Cónegos

Realizou-se hoje o sorteio referente à 4ª eliminatória da Taça de Portugal, sendo que os principais destaques vão para os embates de FC Porto e Benfica. Os 'dragões' deslocam-se à Madeira para defrontar o Nacional, ao passo que as 'águias' irão viajar até Moreira de Cónegos para um embate frente ao Moreirense, equipa que eliminou precisamente o Sporting na última ronda, no seu reduto.
Refira-se ainda que os confrontos estão agendados para dia 18 de novembro, pese embora algumas equipas terem anunciado que irão antecipar os mesmos para dia 17.

Veja aqui todos os jogos da 4ª Eliminatória:


Setúbal - Guimarães
Paços Ferreira-Olhanense
UD Oliveirense-U. Leiria
Oliveira Hospital-Fabril Barreiro
Lourinhanense-Feirense

Pampilhosa-Braga
Arouca-Rio Ave
Farense - Beira Mar
Académica - Penalva do Castelo

Aves-Coimbrões/Operário/Caldas
Mirandela-Gil Vicente
Aguiar da Beira-Marítimo
Tourizense-Santa Clara




Red Devils gelam Stamford Bridge, Villas Boas vence

Jornada de grandes e emotivos jogos em terras de sua majestade. Destaque para as vitórias do Manchester United no terreno do Chelsea e do Tottenham de Vilas Boas, mas já la vamos. 


 A jornada abriu no sábado com a vitória sofrida do Arsenal diante do QPR, por 1-0. Os gunners seguem no 6º lugar com 15 pontos. Golos e emoção no Reading-Fulham, com um resultado de 3-3. O Wigan, recebeu e venceu por 2-1, a equipa do West Ham e o Stoke City empatou a 0, diante do Sunderland. No jogo que fechou o Sábado, o Manchester City venceu no Etihad a equipa do Swansea, com um golo solitário de Carlitos Tevez.
O melhor estava guardado para este Domingo. A abrir, derby de Merseyside com o Everton a receber o Liverpool. O endiabrado Suarez abriu as hostilidades com 2 golos para os Reds, mas o Everton viria a reagir com golos de Osman e Naismith, resultado que se verificava ao intervalo. O resultado não se viria a alterar, mas o Liverpool pode-se queixar da equipa da arbitragem. No ultimo lance da partida, Suarez em posição regular encosta para o 2-3, mas o arbitro viria assinalar fora de jogo, manchando assim a partida.

O Tottenham de André Villas Boas, arrancou uma excelente vitória por 1-2 no terreno do Southampton, subindo assim ao 4º lugar com 17 pontos. O Newcastle venceu, no ultimo lance da partida, o WBA por 2-1. 


szólj hozzá: S1-2T www.fasthighlights.com

No último jogo da jornada, um encontro de gigantes em Londres. O Chelsea, líder deste campeonato recebeu o Manchester United. Aos 15 minutos de jogo, já o United vencia por 0-2 com golos de Van Persie  e de David Luiz (PB). Estava assim em choque o Stamford Bridge. Os blues ainda viriam a reduzir na 1ª parte, por intermédio de Mata. Já na 2ª Parte, o ex-benfiquista Ramires, viria a reestabelecer o igualdade, com um cabeceamento certeiro. Tudo parecia indicar para um empate, quando as expulsões de Ivanovic (duvidosa) e de Fernando Torres alteraram o cenário. A partir daqui o United tomava as rédeas da partida e viria a chegar à vantagem por intermédio de Chicharito Hernandez, ainda que que em posição irregular. Com esta vitória o Manchester United divide a 2ª posição com o rival City com 21 pontos, a 1 do líder Chelsea.


kompany(00h00m15s-00h00m45s) por f769673846

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Edição de Novembro - Já nas bancas!!!



Liga Europa: Marítimo empata, Académica perde


Depois do desaire do Sporting na Bélgica, Marítimo e Académica também não conseguiram levar de vencido Bordéus e Atlético Madrid, respetivamente. Os insulares receberam o Bordéus no Caldeirão, e foram os gauleses a inaugurar o marcador, por intermédio de Gouffran, à meia de jogo. A resposta 'verde-rubra' surgiu 5 minutos depois, com Roberge a finalizar após remate de Ruben Ferreira à trave. Na segunda parte, Salin negou o segundo golo a Gouffran, e David Simão, já perto do final, esteve muito perto de dar a primeira vitória ao Marítimo. A equipa de Pedro Martins segue no último lugar do grupo D, com dois pontos. 

A Académica não foi capaz de surpreender o Atlético Madrid, mas deixou boa imagem no Vicente Calderón. Depois de uma primeira parte sem grandes ocasiões de perigo, os 'colchoneros' adiantaram-se no marcador no início da etapa complementar, através de um golo de Diego Costa. Aos 67', Emre marca um livre direto de forma exemplar, e dilata a vantagem dos homens da casa. A Briosa não se deu por vencida, e Salim Cissé, aos 85 minutos, cabeceou para o fundo das redes de Asenjo. Nos instantes finais, Cleyton colocou o Calderón em sentido, desperdiçando uma excelente ocasião que daria o empate aos pupilos de Pedro Emanuel. A Académica continua lanterna-vermelha do grupo B, somando apenas um ponto. 

Confira os golos de ambos os jogos:






quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Liga Europa: Sporting perde com o Genk (2-1)

O Sporting não foi capaz de quebrar a malapata belga - nunca venceu naquele país - e somou a quarta derrota consecutiva, ao perder diante do Genk por 2-1. Os 'leões' até começaram bem na partida, mercê do golo de Schaars ao 7º minuto, num remate de fora da área, que ainda sofreu um desvio antes de entrar na baliza do gigante Kristof Van Hout. À passsagem dos 25 minutos, Benjamin De Ceulaer restabeleceu a igualdade, aproveitando um erro de Marcos Rojo. Na segunda parte, o Sporting dispôs de boas oportunidades para marcar, mas a expulsão de Boulahrouz, por acumulação de amarelos, deitaria por terra as aspirações leoninas. A dois minutos dos 90, Barda cabeceou sem marcação para o fundo das redes de Rui Patrício, e deu a estocada final num leão fragilizado. Com o desaire na Bélgica, o Sporting permanece no último lugar do grupo G, estando obrigado a vencer os próximos jogos para atingir a próxima fase da Liga Europa. 

Veja os golos da partida:




'Champions': CR7 insuficiente para quebrar maldição alemã

Uma das surpresas da noite de ontem foi a derrota do Real Madrid frente ao Borussia Dortmund, ainda que a seu favor a equipa bávara tivesse a tradição de os 'merengues' não conseguirem vencer em terras germânicas há 12 anos. Assim, Lewandowski abriu o marcador para a equipa de Dortmund, mas um sensacional golo (mais um) de Cristiano Ronaldo, dois minutos depois do tento alemão, restabeleceu o empate e devolveu a esperança aos 'blancos'. Contudo, já na 2ª parte, Schmelzer colocou o Borussia novamente na frente e até final não se registariam mais alterações no marcador.



Nos outros resultados, destaque para a derrota do AC Milan frente ao Málaga, a vitória do Zenit, a reviravolta do Ajax frente ao Manchester City ou à derrota caseira do Arsenal frente ao Schalke 04.

Ajax3-1 Man. City


Arsenal 0-2 Schalke 04


Dínamo Zagreb 0-2 PSG


Málaga 1-0 AC Milan


Zenit 1-0 Anderlecht


Montepllier 1-2 Olympiakos


Liga Campeões: 'Mortífero' Martínez dá vitória aos 'dragões'

O FC Porto recebeu e venceu ontem o Dínamo de Kiev por 3 bolas a 2, mas acabou por sofrer de forma injustificada. é certo que dominou a partida, teve clara superioridade  na posse de bola, mas o que mais surpreendeu foi mesmo a eficácia. Em quatro remates à. baliza, os 'azuis e brancos' apontaram três golos. Um 'bis' de Jackson Martínez e um tento de Varela deixaram os 'dragões' a uma vitória da passagem à próxima fase da Liga dos Campeões, ao somarem nesta altura 9 pontos e liderando o grupo. Da parte do Dínamo, Miguel Veloso foi titular e assistiu Gusev para o primeiro golo dos ucranianos, que na altura empatou a partida a um tento. Já na segunda parte, a equipa de Kiev voltou a igualar o jogo por intermédio de Brown, mas à passagem do minuto 77, o avançado colombiano sentenciou a partida a favor dos 'dragões'.

Reveja aqui os principais lances do jogo:

FC Porto 3-2 Dynamo Kyiv (Group A) por nguyennam1010


quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Franky Vercauteren é o novo treinador do Sporting

Franky Vercauteren, treinador belga de 55 anos, é o sucessor de Sá Pinto no comando técnico do Sporting. O novo timoneiro dos 'leões' estava sem clube, depois da passagem pelo Al-Jazira na última temporada. O contrato é válido até ao final da época, com opção de renovação. Vercauteren iniciou a carreira de treinador ao serviço do Anderlecht, tendo passado pelo Genk e pela seleção belga, antes da experiência nos Emirados Árabes Unidos. No seu palmarés conta com três títulos de campeão da Bélgica (dois pelo Anderlecht, um pelo Genk). 

Confira o comunicado da SAD do Sporting à CMVM:

Nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º, nº1 al. a) do Código dos Valores Mobiliários, a SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD, informa ter contratado na presente data o Treinador Frank Vercauteren, o qual assumirá o comando técnico da equipa principal sénior a partir do dia 30 de Outubro.

Mais informa que o contrato celebrado com o Treinador é válido até ao dia 30 de Junho de 2013, com o direito de opção para a prorrogação do vínculo contratual para além da época desportiva em curso.

Lisboa, 24 de Outubro de 2012

O Conselho de Administração




Eleições na Luz



 Depois do passo em falso na Champions o emblema da Luz joga sexta feira uma cartada muito importante para o seu futuro, entre Vieira e Rangel um destes será o próximo presidente do Benfica..

 Como bom principio democrático a diferença de opiniões é sempre bem vinda - desde que levada de forma equilibrada -, e nesse aspecto a candidatura de Rangel é bastante saudável para o clube. Independentemente do vencedor os benfiquistas têm à sua frente duas propostas com diferenças bem vincadas, entre a continuidade ou a renovação os sócios têm a oportunidade de votar naquilo que realmente acham melhor para o emblema. Seria negativo se os votantes só pudessem escolher entre Vieira e o voto em branco, ou entre Vieira e um qualquer candidato apenas há procura de protagonismo.

 Vieira apresenta como trunfos eleitorais todo o trabalho de credibilização que fez no clube, tanto a nível financeiro, conseguindo corrigir grande parte dos muitos "buracos" que Vale e Azevedo deixou, como a nível desportivo (principalmente na vertente externa) uma vez que o nome "Benfica" voltou a ser conhecido na Europa, para isto muito contribuíram as vendas milionárias e as regulares participações na Champions -  terceira presença consecutiva -, e por outro lado todos os projectos que edificou, como a Fundação Benfica, ou a Benfica TV. Rangel é unanimemente conhecido como alguém com grande seriedade e sentido de responsabilidade, com grande paixão pelo Benfica, o seu maior objectivo será mudar drasticamente o topo da pirâmide encarnada muito criticada pela excessiva opacidade, com resultados financeiros, transferências e negócios que carecem de explicações, sem se saber ao certo qual o seu real impacto nas finanças do clube e dos seus intervenientes - direcção, empresários, empresas, etc. O pico da pirâmide tem um sistema politico "ditatorial", e esse é outro dos aspectos que o juiz quer alterar, trazendo mais democracia ás decisões do clube.

 Ambos concordam que o titulo nacional é algo prioritário para uma verdadeira aproximação ao rival do Norte, no entanto propõem diferentes caminhos para se chegar a esse destino. E se Vieira é o claro favorito, Rangel não pode de maneira nenhuma ser menosprezado, com a consequência de acontecer uma grande surpresa.



BOLA AO MEIO: Em Moscovo com frio e em Manchester com personalidade



O Benfica foi até à Rússia nesta jornada europeia para defrontar o Spartak de Moscovo com a ideia de pontuar o que acabou por não se verificar face à derrota por 2-1. Um Benfica sem atitude e identidade foi aquilo que vimos hoje à tarde e que valeu a que o Benfica agora tenha de correr atrás do prejuízo. Com várias ausências de peso, a equipa portuguesa mostrou-se incapaz de ter alguém que pegasse no jogo e no meio-campo. Rodrigo teve sempre muito espaço aparecendo entre zonas mas quando recebia a bola apenas tinha Lima como companheiro de ataque, já que a equipa estava a demorar muito a subir.

O Benfica entrou a perder no jogo, um conceito que encaixa na perfeição na descrição deste jogo com Rafael Carioca a marcar para a equipa russa aos 3 minutos de jogo. Lima ainda chegou ao empate após assistência de Salvio e Jardel na própria baliza, apontaram os golos da partida.

Algumas falhas defensivas no que toca a concentrações posicionais ditaram o resultado final. Jurado e Ananidze fizeram tremer a defesa benfiquista com Ari a sambar na frente de ataque. Notou-se uma clara dificuldade de adaptação ao terreno mas não se pode culpar um terreno onde o Celtic foi ganhar, Celtic esse que esteve quase a roubar pontos ao Barcelona se não fosse Jordi Alba e marcar no último minuto. Faltou agressividade e velocidade de execução no meio-campo encarnado. A falta de pressão também tornou-se crucial para esta derrota.

As contas tornam-se complicadas para o Benfica que precisa agora de ganhar em casa frente ao Celtic e Spartak para garantir a passagem e esperar que as duas equipas não façam pontos contra o Barcelona.

A uns bons milhares de quilómetros de distância, pouco depois do apito final do jogo do Benfica, o Braga enfrentava o Manchester United no mítico Old Trafford. A equipa do Minho entrou muito bem em campo e se o Benfica entrou a perder, o Braga entrou a ganhar com golo de Alan aos 2 minutos. Pouco tempo depois, o brasileiro fez novamente o gosto ao pé ao marcar 0-2, numa verdadeira demonstração de carácter.

O Braga jogava e silenciava os adeptos ingleses. Chicharito conseguiu reduzir antes do intervalo. Depois do descanso, o Manchester entrou sem conceber espaços à ofensiva do Braga que alinhou de início com 8 portugueses e começou a criar oportunidades sem que a equipa portuguesa tenha perturbado De Gea durante toda a segunda parte. Aos 62 minutos, Evans restabeleceu a igualdade inicial numa jogada confusa na área bracarense. Por fim, Chicharito aos 75 minutos ditou o resultado final com um excelente cruzamento de Rafael.

O Braga ainda forçou nos minutos finais mas sem qualquer êxito. Peseiro sai de Manchester com a sensação de que podia ter pontuado e que lutou de igual para igual contra uma das melhores equipas europeias. A falta de experiência resultou na derrota do Braga mas os adeptos e os jogadores podem estar orgulhosos da exibição da sua equipa, uma vez que elevaram o nome de Portugal e de Braga bem alto. Humildade. Intensidade e personalidade. São características que descrevem o jogo do Braga.

Duas equipas portuguesas com mentalidades e atitudes diferentes. O Benfica tinha obrigação de fazer muito mais e acabou por comprometer a qualificação à fase seguinte, já o Braga mostrou que é uma equipa que merece respeito ao jogar olhos nos olhos contra o Manchester. Um enorme banho de humildade por parte do Braga.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Braga faz bom papel no 'Teatro dos Sonhos'

O Braga saiu de Old Trafford com a derrota, mas conseguiu a proeza de calar o 'Teatro dos Sonhos' durante largos minutos. Alan colocou os 'arsenalistas' em vantagem logo ao 2º minuto de jogo, aproveitando um cruzamento de Hugo Viana para cabecear para o fundo das redes de De Gea. O capitão dos 'guerreiros' viria a repetir o feito aos 20 minutos, respondendo com sucesso a uma excelente jogada de Éder. A perder por 0-2, o Manchester United reagiu pouco depois, por intermédio de Chicharito Hérnandez. Sir Alex Ferguson fez entrar Nani ao intervalo, e o português trouxe nova alma aos 'red devils', que se instalaram no meio-campo bracarense. Aos 62', Jonny Evans restabeleceu o empate, e ao minuto 75, Chicharito consumou a reviravolta, cruel, para os homens do minho. Apesar da derrota, o Braga deixou uma excelente imagem em Manchester, e mercê do empate entre Galatasaray e Cluj (1-1), segurou o segundo lugar do grupo H. 

Confira os golos do jogo:



Liga dos Campeões: Spartak 'congela' Benfica

O Benfica saiu derrotado do embate com o Spartak de Moscovo (2-1), e passou a ocupar o último lugar do grupo G. A jogar com temperaturas negativas, os 'encarnados' começaram a perder logo aos 3 minutos, mercê do golo de Rafael Carioca. Pouco depois dos russos atirarem à trave, o Benfica chegou ao empate, por intermédio de Lima, à passagem da meia hora de jogo. O brasileiro antecipou-se aos adversários e cabeceou para o fundo das redes, após cruzamento de Salvio. No entanto, o Spartak reagiu bem ao golo sofrido e manteve a toada ofensiva, que seria recompensada com um auto-golo de Jardel, em cima do intervalo. O Benfica surgiu com outra atitude para a segunda parte, e as entradas de Gaitan e Cardozo deram uma nova alma ao ataque das 'águias'. Salvio e Lima tiveram nos pés excelentes oportunidades de empatar a contenda, mas pecaram na finalização. O Spartak soube gerir a vantagem até ao fim, e a vitória acaba por assentar bem aos homens de Unai Emery. O Benfica está obrigado a vencer o emblema russo no Estádio da Luz, para manter em aberto a passagem aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. 

Veja os golos da partida:



Braga compra passe de Rúben Micael

O Braga exerceu a opção de compra sobre 50% do passe de Rúben Micael, pagando ao Atlético Madrid 3 milhões de euros. Quem o confirmou foi o próprio presidente dos 'arsenalistas', António Salvador: «Estava contemplado no contrato de empréstimo e dada a sua influência no plantel decidimos avançar. Vamos pagar de forma faseada em quatro anos e esperamos que possa ter retorno». Aos 26 anos, o internacional português relançou a carreira em Braga, depois de uma época menos positiva no Saragoça, onde esteve cedido pelos 'colchoneros'. 

Lampard quer trocar Chelsea pela MLS

Frank Lampard está disposto a deixar o Chelsea e juntar-se a David Beckham nos Estados Unidos da América, já a partir do próximo mês de janeiro. O médio inglês procura alcançar novamente uma presença regular na equipa principal, algo que não tem acontecido esta temporada nos 'blues'. De resto, é o próprio quem reconhece que aos 34 anos, está a ficar cada vez mais difícil aguentar o ritmo da Premier, pelo que a mudança para os LA Galaxy, a disputar uma liga bem menos exigente, era vista como ideal pelo médio. Recorde-se que o contrato de Lampard com o Chelsea termina no final da próxima época, e não tendo havido qualquer movimentação no sentido de o prolongar, Lampard torna-se um jogador livre de assinar por qualquer emblema a partir do início do ano. Contudo, e pese embora as muitas ofertas que tem recebido, o veterano médio não quer 'trair' o clube que representou nos últimos 12 anos e ao serviço do qual conquistou tudo a nível de clubes.

Reveja aqui alguns dos melhores momentos de Lampard no Chelsea:




segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Liga Espanhola: Espectacular Pizzi não chegou para a armada Culé; Real cumpre


Pizzi bisou contra o Barcelona
A 8ª Jornada da Liga Espanhola abriu com a vitória do Málaga, na recepção ao Valladolid por 2-1. Vitoria importante para a equipa de Pellegrini que se mantém num fantástico 3º lugar. 

Depois, foi a vez do Real Madrid levar de vencida o recém-promovido Celta de Vigo, no Bérnabeu. José Mourinho que não contou com os lesionados Marcelo, Coentrão e Arbeloa, teve de recorrer a adaptações jogando com Sérgio Ramos e Essien nas laterais e Varane no meio da defesa. Com 2 golos de Higuain e Cristiano Ronaldo (já leva 9 na conta pessoal), a equipa merengue conseguiu assim disfarçar uma exibição pálida e pouco conseguida, mantendo-se a 8 pontos dos líderes Barcelona e Atlético de Madrid.

Noite de emoções fortes na Galíza, com o "português" Deportivo da Corunha a receber o Barcelona. Com 3 golos nos primeiros 17 minutos (Alba, Tello, Messi), os culés pareciam ter o jogo resolvido, mas viriam-se a enganar. O ex-Braga Pizzi reduziu através de uma grande penalidade e Bergantinos viria a fazer o 2-3.O inevitavel  Messi, viria a bisar antes do intervalo aumentava para 2-4. 
Na segunda parte, Pizzi também bisou na partida, através da marcação de um livre, batido de forma irrepreensível, fazendo o 3-4.  A juntar a isto, Mascherano viu o segundo amarelo, deixando antever uma reação ainda maior do Deportivo. Quando nada faria prever, Messi voltou a resolver, fazendo o hat-trick na partida e o seu 11º golo no Campeonato, assumindo a liderança na luta pelo Pichichi. Já na recta final, Alba marcou na própria baliza, mas o resultado não se viria a alterar, ficando em 4- 5.
O Atlético de Madrid, também venceram a sua partida no terreno da Real Sociedad, através do inevitável Radamel Falcao no ultimo minuto, desta vez de livre-directo. Os colchoneros partilham a liderança com o Barcelona, com 22 pontos.


Nas restantes partidas, vitórias do Valencia diante do Ath. Bilbau por 2-1; do  Levante no terreno do Getafe por 0-1; do Espanhol por 3-2 na recepção ao Rayo Vallecano e do Saragoça, com destaque para o golo de Helder Postiga, no terreno do Granada. O Bétis de Nelson e Salvador Agra empatou a zero, na visita ao lanterna vermelha Osasuna.


Jorge Costa muito perto do AEL Limassol

O AEL Limassol pode ser o próximo destino de Jorge Costa. O clube cipriota anunciou a rescisão de contrato por mútuo acordo com o treinador Pambos Christodoulou, e a imprensa local avança que o português de 41 anos é o favorito para o lugar. O AEL Limassol, que ocupa a quarta posição do campeonato, conta com cinco portugueses no plantel: Jorge Monteiro, Rui Miguel, José Embalo, Paulo Sérgio e Orlando Sá.

VÍDEO: O golo mais rápido do mundo!

Dois segundos foi o tempo necessário para que Mo Osman, jovem jogador do Vitesse apontasse aquele que será provavelmente o golo mais rápido da história do futebol mundial. O tento ocorreu na partida do campeonato de Sub-19 holandês entre o Sparta e o Vitesse, e o avançado surpreendeu tudo e todos, com um golo magistral no pontapé de saída.

Para ver e rever:

Série A: Juventus segue imparável!


Fim-de-semana de emoções fortes na liga transalpina com a 'Vecchia Signora' a receber e a vencer o sempre difícil Nápoles por 2-0 e desta forma alcançando o seu 47º jogo consecutivo sem perder para o campeonato do Calcio. A Juventus está agora a apenas 11 jogos de igualar o feito do AC Milan de Fábio Capello que entre 26 de Maio de 1991 e 21 de Março de 1993 conseguiu estar 58 partidas para o campeonato sem conhecer o sabor da derrota.


Juventus 2-0 Napoli footyroom.com por Futbol2101

O Milan, do cada vez mais contestado Allegri, desiludiu mais uma vez, desta feita em Roma, defrontando uma Lázio que se encontrava 11 lugares acima na tabela classificativa. Num jogo emotivo, onde a equipa da capital esteve a vencer por 3-0 durante a primeira hora de jogo, o Milan acordou tarde mas fazendo ainda o 3-2 e cheirando o empate. Com este resultado, a turma de Allegri não deve andar muito feliz, pois com a 15ª posição está já 15 pontos da líder Juventus.


Lazio 3-2 AC Milan footyroom.com por Futbol2101

O Domingo foi iniciado com uma vitória do Cagliari sobre o Bologna por 1-0 e pela derrota do último classificado Siena na casa do Atalanta por 2-1. Logo depois foi a vez da equipa de Florença perder pontos  na casa do Chievo empatando 1-1 . O Inter  de Andrea Strammacioni conseguiu bater por 2-0 um surpreendente Catania que está na 7º posição da tabela e 8 (!) lugares a cima do Milan. O Palermo empatou 0-0 com o Torino e o Parma ganhou pontos à Sampdoria vencendo por 2-1 estando agora a apenas 1 ponto da equipa de Génova. O recém promovido Pescara somou a sua 5ª derrota para o campeonato perdendo por 1-0 no terreno da Udinese, com um golo do famoso (ver vídeo) Maicosuel e é agora lanterna vermelha.


Highlights Inter - Catania 2-0 por overpronostici

Para fechar a jornada, uma vitória importante da equipa da Roma, no terreno sempre dificil do Génoa por 2-4. Com esta vitória, a equipa da capital entra na chamada “zona da Europa” figurando neste momento no 5º lugar da tabela. A figura da jornada só pode ser uma,  Francesco Totti. Com 36 anos e 21 épocas com o símbolo da AS Roma no peito fez ontem o seu 217º golo estando agora no 3º posto dos melhores marcadores de sempre da Liga Italiana..


Genoa 2-4 AS Roma (Highlight vòng 8, Serie A... por f100003621573062

VÍDEO: Falcao também já 'resolve'... de livre


Radamel Falcao continua a somar pontos que o elevam à condição de melhor '9' da atualidade. Desta feita, o avançado colombiano foi, uma vez mais, decisivo na vitória do Atlético de Madrid em jogo a contar para o campeonato, tendo marcado o único golo da partida frente à Real Sociedad, que o colocou com o mesmo número de pontos do líder Barcelona. O tento ocorreu já nos descontos, mas  mais 'estranho', foi a forma como Falcao apontou o mesmo. De livre directo, algo pouco habitual nele, mas Diego Simeone revelou que foi o próprio quem pediu insistentemente para apontar a falta. com os resultados que estão à vista.




Sporting diz 'adeus' à Taça de Portugal

O Moreirense foi o primeiro 'tomba gigantes' da presente edição da Taça de Portugal. A equipa de Moreira de Cónegos eliminou o Sporting, após prolongamento, por 3-2. Os 'leões' até entraram melhor na partida e chegaram mesmo à vantagem à passagem do minuto 7, por intermédio de Rinaudo. Pensou-se que seria a forma ideal de os comandados de Oceano sacudirem a 'pressão' e partirem para uma exibição tranquila, mas tal não aconteceu. Apesar de o resultado se ter mantido inalterado até ao intervalo, logo no reatamento, Pablo Oliveira empatou a partida. A partir desse momento, a 'tremideira' regressou e tudo parecia piorar quando Jeffren cometeu grande penalidade ao minuto 55. Valeu a defesa de Patrício, mas o guardião do Sporting não conseguiu evitar o 'bis' de Pablo Oliveira ao minuto 62. O Sporting tentou reagir e a dez minutos do fim restabeleceu a igualdade por intermédio de Wolfswinkel, devolvendo a esperança aos 'leões'.    O jogo seguiu então para prolongamento e logo ao minuto 97 Wagner recolocou o Moreirense na frente, fazendo um 3-2 que não viria a alterar-se. Desta forma, os 'leões' dão continuidade ao mau momento, com a particularidade de serem também eliminados da Taça de Portugal, competição onde o ano passado foram finalistas.

Reveja aqui os principais lances da partida:



Eis a lista completa dos jogos e respetivos vencedores desta eliminatória:

Freamunde-Benfica, 0-4
Sp. Braga-Leixões, 3-0 (a.p.)
Santa Eulália-F.C. Porto, 0-1
Gondomar-Gil Vicente, 0-2
 (a.p.)
Naval-Arouca, 1-3
 (a.p.)
Olhanense-1º Dezembro, 3-0
Beira-Mar-Penafiel, 0-0 (4-2, g.p.)
V. Setúbal-Tondela, 1-0
Ponte da Barca-Académica, 1-3
Oliveira Hospital-Ribeirão, 1-1 (4-2, 
g.p)
Limianos-Tourizense, 0-1
Pampilhosa-Sp. Covilhã, 5-5, (4-2, 
g.p
Fabril Barrreiro-Eléctrico, 3-1
Pinhalnovense-Lourinhanense, 0-3
Nogueirense-Santa Clara, 1-3
Feirense-Fafe, 3-0
Atl. Reguengos-Farense, 0-1
V. Guimarães-Vilaverdense, 6-1
Anadia-Belenenses, 2-5
 (a.p.)
Pedras Rubras-U. Madeira, 3-2 
 (a.p.)
Aguiar da Beira-U. Lamas, 1-0 (a.p.)
Desp. Aves-Tirsense (3-1 
 (a.p.)
Varzim-Mirandela, 1-1 (2-3, g.p)
Fátima-Penalva do Castelo, 0-0 (3-4, g.p)
Aliados Lordelo-UD Oliveirense, 0-2  (a.p.)
Sacavenense-U. Leiria, 2-2 (2-3, g.p)
Nacional-Sp. Espinho, 4-0
Rio Ave-Portimonense, 2-1
Estoril-Paços de Ferreira, 1-2
Marítimo-AD Oliveirense, 2-1 
 (a.p.)
Moreirense-Sporting, 3-2
 (a.p.)


Premier League: Chelsea reforça liderança com vitória sobre Tottenham



Mata, festeja em White Hart Lane
A 8ª jornada da Premier League Inglesa abriu com um escaldante derby londrino, onde o líder Chelsea foi vencer por 4-2 no terreno do Tottenham de André Vilas Boas, quebrando assim uma série de 4 vitórias consecutivas dos Spurs. O treinador português queria vencer a sua anterior equipa, mas os golos de Gallas e Defoe não foram suficientes para levar de vencida a armada de Roberto Di Matteo, que contou com uma grande exibição do espanhol Juan Manuel Mata (2 golos) e também com os golos de Cahill e Sturridge, para conseguir trazer 3 importantes pontos, reforçando assim a liderança com 22 pontos.


Tottenham 2-4 Chelsea  20-10-2012 | Só Golos por Tugalgolotv

Já a equipa de Sir Alex Ferguson, o Manchester United teve de suar para conseguir vencer na receção ao Stoke City, por 4-2. Talvez já a pensar no jogo da próxima terça-feira diante do Sporting de Braga a contar para a Liga dos Campeões, os red-devils entraram a perder na partida com um autogolo de Rooney, mas a fúria do trio atacante Rooney-Van Persie-Welbeck, permitiu manter a equipa na perseguição ao Chelsea, atingindo os 18 pontos ao fim de 8 jogos.


Manchester United 4 - 2 Stoke City por warrant

O campeão Manchester City, também sofreu para vencer no terreno do West Bromwich Albion. Roberto Mancini viu a sua equipa jogar com 10 unidades desde os 23 minutos com a expulsão de James Milner . Na segunda parte, as coisas ficaram ainda mais negras quando aos 67 minutos, Shane Long adiantou a equipa da casa. No entanto, o talismã Edin Dzeko voltou a resolver com 2 golos aos 80 e 90 minutos. Os citizens somam agora 18 pontos, estando a 4 pontos do líder Chelsea.


West Brom 1-2 Manchester City | 20.10... por pikayo1

O Liverpool venceu por 1-0 na recepção ao Reading, com um golo solitário de Sterling e continua a sua tímida recuperação na tabela classificativa situando-se agora na 12ª posição, com 9 pontos. Por outro lado, a equipa do Arsenal voltou a perder, permitindo a 1ª vitória no campeonato à equipa do Norwich City. Um golo do inglês Grant Holt, foi o suficiente para que a equipa de Arsene Wenger se voltasse a atrasar nas contas do título, que está na 8ª posição com 12 pontos.
Nas restantes partidas, destaque para as vitórias do West-Ham, Swansea e Fulham, nas receções ao Southampton, ao Wigan e ao Aston Villa, respectivamente.

Já neste Domingo, o Newcastle não foi além de um empate a um golo no terreno do Sunderland e no fecho da Jornada, o Queen Park Rangers do português José Bosingwa, empatou também 1-1 na recepção ao Everton. O QPR encontra-se ainda na última posição. Já o Everton, situa-se agora na 4ª posição com 15 pontos.

Na próxima jornada, destaque para o grande jogo em Stamford Bridge entre o Chelsea e o Manchester United. Já em Liverpool, o derby de Merseyside também terá lugar de destaque com o Liverpool a visitar o Everton.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

TREINADOR(A) DE BANCADA: Suor, muito suor…

Dias depois da decepção do jogo da selecção A contra a Irlanda do Norte, voltamos a ver as equipas portuguesas da primeira divisão em acção nas eliminatórias da Taça de Portugal. Ontem entraram em campo o Benfica e o Freamunde, acabando por vencer a primeira equipa por 4 bolas a zero. Hoje foi a vez do Sporting de Braga, o já aclamado pelos media como o 4º grande.
No entanto foi exactamente o contrário que o Sporting de Braga mostrou em campo.
 
 

Com a cabeça no jogo de terça-feira contra o Manchester United, José Peseiro voltou a fazer demasiadas alterações (um estilo a que todos os bracarenses já quase se habituaram, por muito que desgostem do mesmo) e a equipa voltou a falhar. A sequência aborrecida de passes através do meio campo, as constantes perdidas de bola por parte da equipa, a insistência em tentar fazer entrar tanto o próprio jogador como a bola na baliza estão a fazer do Sporting de Braga uma equipa chata de ver jogar.
Aqueles que admiram o estilo de jogo Barcelonense podem também parar para tentar admirar o estilo que Peseiro impôs a um Braga que sempre nos habituou a um estilo de jogo rápido, mas a verdade é que esta tentativa de fazer do Braga um novo Barça está a sair torta, coisa que está a custar aos jogadores, ao clube e aos fãs.

Num jogo que já não se adivinhava fácil, o Braga teve trinta minutos (num total de 130, contado com o prolongamento) de jogo empolgante. Trinta minutos e só no prolongamento, quando a equipa já sofria pelo golo que não chegava. O Leixões, inteligentemente, aproveitou a displicência da equipa bracarense e foi lançando contra-ataques perigosos q.b., ainda que poucos.
Como Treinador(a) de Bancada e adepta de futebol não posso deixar de anotar certas coisas:

Ponto número 1: Há que deixar de trocar jogadores a torto e a direito. Desde o início da época que José Peseiro tem insistido em trocar constantemente a equipa, evitando que a mesma possa ter o mínimo grau de estabilidade. O calendário é preenchido e complicado, mas mudar mais de metade da equipa afecta seriamente os graus de confiança da mesma e dos próprios jogadores.
Ponto número 2: Estilo de jogo. O Braga sempre se afirmou pela defesa quase intransponível que possuía e, no entanto, esta época o resultado é desastroso. O mesmo se aplica aos médios e extremos, que sempre foram uma grande referência nos ataques rápidos da equipa e que agora se limitam a pausar o jogo e a pensar demais. É necessário um Braga com cabeça mas também é necessário rapidez e execução. Não podemos estar sempre à espera que uma ou outra jogada durante 90 minutos nos traga o golo; é preciso ir atrás dele e tentar até mais não! No caso da defesa há a notar a frequência com que os defesas centrais se atrapalham ou nem sabem como reagir quando confrontados no 1 para 1, ou que os defesas laterais se esquecem de compensar correctamente o colega que tinha partido para o ataque. O estilo de jogo de Peseiro veio estragar toda a formação do Braga, que agora quase contém 3 partes distintas que não conseguem funcionar entre si.

O Braga arrancou na época 2012/2013 com um título em vista e comprometeu-se a lutar por ele. Os adeptos continuam esperançosos mas os recentes resultados e exibições da equipa deixam-nos com o pé atrás. Há que mudar o que está mal, Sr. Peseiro.

VÍDEO: Barcelona dá 'show' de tiki-taka... em treino

O 'tiki taka' está tão enraizado na equipa do Barcelona que até num simples exercício de treino os seus jogadores levam a questão muito a sério. A ação passa-se numa 'rabia' e até os companheiros de equipa ficam 'em brasa'. Goste-se ou não do estilo, a verdade é que a qualidade técnica exibida é muito acima da média, de tal forma que até o guardião Pinto parece um craque com a bola nos pés.

Aprecie este minuto de verdadeiro espetáculo:


quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Taça de Portugal: Benfica goleia Freamunde (0-4)



Com várias novidades na equipa inicial, o Benfica foi a Freamunde bater os homens da casa por 0-4, conquistando uma vaga na quarta eliminatória da Taça de Portugal. Lima inaugurou o marcador aos 16 minutos, na sequência de um pontapé de canto. Paulo Lopes, um dos estreantes da noite, brilhou a alto nível aos 31' e aos 42', negando o golo a Bock e a Diogo Ramos, respetivamente. Em cima do intervalo, Oscar Cardozo, regressado de lesão, dilatou a vantagem dos 'encarnados', numa excelente jogada individual. Na etapa complementar, aos 62 minutos, Salvio fez o terceiro da partida, após cruzamento de Luisinho. Aos 74', o jovem André Gomes fechou a contagem, não vacilando perante Tó Figueira.


Confira os golos da partida:




quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Pizzi vai ser jogador do Atlético Madrid em definitivo

Pizzi, médio português de 23 anos, vai regressar ao Atlético Madrid, desta vez em definitivo. Segundo o jornal espanhol Mundo Deportivo, os 'colchoneros' terão exercido o direito de opção sobre o internacional luso, mediante o pagamento de 13.5 milhões de euros. O pagamento ao Braga, detentor do passe, será feito em quatro tranches, e o jogador rumará à capital espanhola no final da presente época, quando terminar o empréstimo ao Deportivo. Pizzi tem sido titular indiscutível no onze de José Luis Oltra, somando 2 golos na Liga espanhola. 

terça-feira, 16 de outubro de 2012

BOLA AO MEIO: Ganhar e ganhar





Estas são as palavras do dia e o caminho traçado por Paulo Bento para Portugal. A partir de hoje, a Selecção Nacional vê-se na obrigação de ganhar todos os jogos se ambiciona estar presente no Mundial de 2014 que se irá realizar no Brasil.

Se contra a Rússia, o relvado (sintético) podia ser usado como desculpa, hoje o vento forte e a chuva não podem ser utilizados como desculpa para o empate contra a Irlanda do Norte, uma selecção muito abaixo do nível português.

A noite foi cinzenta no Estádio do Dragão, tal e qual como o tempo que não era nada convidativo para as pessoas se deslocarem até ao estádio mas a verdade é que os portugueses foram à bola para ver Portugal e a 100ª internacionalização de Ronaldo.

Portugal jogou pouco e Ronaldo passou ao lado do encontro. 1-1 foi o resultado final com a Irlanda do Norte a chegar à vantagem ao minuto 30 da 1ª parte por intermédio de Niall McGinn de 25 anos. A chegar ao intervalo em desvantagem, o técnico português decidiu deixar Miguel Lopes nos balneários e levar para campo Rúben Amorim, passando Miguel Veloso para o lado esquerdo da defesa. Portugal ganho equilíbrio no meio-campo e profundidade na faixa esquerda. Uma primeira parte marcada pela fragilidade defensiva portuguesa, onde a Irlanda do Norte soube aproveitar muito bem, marcando na sua primeira oportunidade com Niall a aparecer nas costas de João Pereira depois de uma ineficaz transição defensiva.

A segunda parte, ocorreu de forma diferente com Portugal a assumir o risco e a correr atrás do prejuízo e dos 45 minutos que deu de avanço à equipa adversária. Portugal foi carregando e as oportunidades foram aparecendo. Paulo Bento decide lançar Varela para o lugar de Rúben Micael, ou seja, Portugal opta pelo seu habitual plano B com Nani a deslocar-se para o meio com Varela como extremo-direito. Pouco tempo depois, foi a vez de João Pereira ceder o seu lugar a Éder que 4 minutos depois de entrar toca a bola de cabeça para Nani que falha o remate e Postiga faz o empate. Depois do empate, Varela e Nani ainda tentaram chegar à vitória mas sem êxito.

Um jogo que serve exclusivamente para tirar ilações para os próximos jogos para tentar perceber o que não deve ser feito em momentos defensivos. Passividade a mais e agressividade a menos levaram a que Portugal permitisse o golo da Irlanda do Norte. Postiga mostrou ser o jogador mais inconformado e nunca virou a cara à luta mas não foi suficiente para chegarmos à vitória.

Com o resultado final em 1-1, Portugal soma 7 pontos com menos 5 que o líder do grupo, Rússia. Um jogo pouco incisivo e prático por parte dos jogadores da equipa das quinas. Ronaldo teve um presente envenenado no dia em que completou 100 internacionalizações e Portugal mais uma vez tem de andar com a calculadora na mão para garantir o apuramento já que necessita de ganhar os jogos todos e esperar que a Rússia tropece. 

Irlanda do Norte mancha 100ª internacionalização de CR7

Portugal não foi além do empate (1-1) com a frágil seleção da Irlanda do Norte, na noite em que Cristiano Ronaldo somou a sua 100ª internacionalização. A seleção nacional atacou a baliza de Roy Carroll desde o primeiro minuto, mas seriam os irlandeses, contra a corrente do jogo, a inaugurar o marcador, aos 30 minutos. Depois de uma perda de bola no meio-campo luso, Kyle Lafferty desmarca Niall McGinn, que isolado perante Rui Patrício não perdoou. Na segunda parte manteve-se a toada ofensiva da equipa das Quinas. Cristiano Ronaldo, aos 58 minutos, teve nos pés uma excelente oportunidade, mas Carroll negou o golo ao capitão nacional. Já com Varela e Éder em campo, Portugal aumentou a presença na área irlandesa, e o esforço foi recompensado ao minuto 79, quando Hélder Postiga, à meia volta, fez o tento do empate. Até final, Varela e Nani estiveram muito perto de consumar a 'remontada', mas Carroll confirmou o estatuto de herói da partida. Com este empate, Portugal fica a cinco pontos da Rússia, que venceu o Azerbaijão por 1-0. 

Daniel Carriço enfrenta um mês de paragem

Daniel Carriço vai estar afastado dos relvados durante um mês, devido a uma entorse no joelho direito, contraída num treino do Sporting. O defesa-central e capitão dos 'leões' vai desfalcar a equipa nos próximos seis jogos. 

Futmania: CR7, Diferenças Entre Clube e Selecção


 Na última Sexta a selecção nacional falhou o primeiro teste decisivo - o outro é apenas em 2013 - para se apurar tranquilamente para o Mundial 2014. Foi um desafio bastante equilibrado, a posse de bola e o comando do jogo foram inteiramente lusos no entanto faltou objectividade e definição dos ataques no último terço do campo russo. Os homens de Capello com a sua estratégia mega defensiva conseguiram controlar grande parte do encontro, e com uma atenção redobrada sobre a estrela portuguesa fizeram com que Ronaldo acabasse o jogo com um rendimento quase nulo, fruto de uma marcação fortíssima do qual o português nunca se conseguiu libertar.

 As equipas de topo que jogam em 4-3-3 (ou 4-2-3-1), costumam ter a sua estratégia montada para que os 4 homens mais atacantes sejam capazes de decidir a partida a qualquer momento, um dos grandes exemplos é o R.Madrid, com Ronaldo, Di Maria, Ozil e Benzema a comporem um quarteto demolidor; por mais qualidade táctica e defensiva que a equipa adversária tenha, é praticamente impossível estar 90 minutos a aguentar com o poder de fogo "blanco", e é esta a grande vantagem do extremo português na equipa madrilena. É impossível dedicar-lhe grande atenção especial porque existem muitos mais com que se preocupar, sob a pena de deixar o corredor oposto desprotegido para Di Maria, ou a zona central propícia aos passes de Ozil, deste modo se não é o capitão nacional a inventar situações é ele a usufruir das situações que os seus companheiros criaram.

 Na equipa de Bento falta um ponta de lança e um verdadeiro nº10, tornando muito mais fácil o trabalho dos defesas, em Luzhniki - como em vários outros encontros - o espaço deixado pela forte marcação a Ronaldo não foi aproveitado por nenhum dos seus colegas. Postiga não é um ponta de lança com capacidade para criar oportunidades sozinho - e os seus níveis de eficácia também não ajudam muito - ,Moutinho é um 8 de classe mundial  mas como 10 não se consegue assumir como o patrão do meio campo que recebe todo o jogo e o distribui pelo ataque, Nani apesar de ser um dos melhores extremos do mundo - e aquele que melhor aproveita os espaços que a marcação a Ronaldo cria - eclipsou desde que iniciou a época e os seus níveis de concentração e motivação estão muito abaixo do pretendido.

 Muito mais que criticar CR7 convém começar a olhar para a falta de opções - actuais e futuras - que a nossa selecção demonstra em locais do terreno cuja capacidade de fazer a diferença é essencial, vejo futuro em Nelson Oliveira e pouco mais.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Real Madrid perde Marcelo por três meses

Esta paragem de campeonato devido aos compromissos das seleções tem sido nefasta para o Real Madrid de José Mourinho. Depois de ter visto Fábio Coentrão lesionar-se no decorrer da partida de Portugal frente à Rússia, dias depois assistiu à lesão de Marcelo durante um treino da seleção brasileira, antes do jogo frente ao Japão. E se no caso do internacional português a lesão sofrida na virilha não deverá obrigar a uma paragem muito prolongada (15 dias), já no caso do 'canarinho', a situação é deveras mais complicada. As imagens divulgadas na altura, com o jogador a sair do campo onde decorria o treino da sua seleção, apoiado pelo staff técnico, faziam antever o pior, que acabou por confirmar-se. Fratura do quinto metatarso do pé direito, o que obrigará a uma paragem de três meses. Ou seja, José Mourinho terá de 'inventar' um lateral esquerdo para os próximos compromissos dos 'merengues'. Uma dificuldade extra quando já estão a 8 pontos de distância do 1º lugar na liga espanhola, ocupado pelo rival Barcelona.

sábado, 13 de outubro de 2012

TREINADOR(A) DE BANCADA: E tudo o campo parou


 
Infelizmente, por influência do trânsito e coisas que mais, só assisti à segunda-parte do jogo da selecção A de Portugal. Aquilo que se adivinhava como o jogo mais complicado da nossa selecção no apuramento para o Mundial de 2014, acabou por se tornar num dos jogos mais azarentos de sempre.
Aos 4 minutos, uma perda de bola infantil permite à Rússia passar para a frente do marcador depois de uma desmarcação venenosa de Kerzhakov. Rúben Micael, no cumprimento do seu quinto jogo como titular, entregou a bola ao adversário e, numa questão de segundos, a Rússia conseguiu fazer aquilo que Portugal tanto tentou durante os praticamente 85 minutos restantes.
Minutos depois, Coentrão, aquele defesa esquerdo raçudo que nos levanta das cadeiras nos ataques combinados com C. Ronaldo, sai lesionado e junta-se a Raul Meireles, obrigando P. Bento a “inventar” um defesa esquerdo. Miguel Lopes saltou do banco praticamente sem aquecer e entrou num jogo cuja primeira parte já fazia temer o pior.
Tudo isto depois da constante preocupação com C. Ronaldo e J. Pereira durante a semana antecedente.

Mas não bastassem as adversidades acima mencionadas, ainda havia um campo sintético com que nos preocuparmos. Habituados a relvados naturais onde a bola corre sempre demais e quase nunca de menos, os jogadores mostraram algumas dificuldades em se adaptarem a um sintético (que prende mais a bola e os próprios pés dos jogadores), influenciando a táctica de P. Bento e muitos dos ataques. Muitas bolas foram passadas com força demais numa tentativa de desmarcação de um companheiro.

E que tem um(a) treinador(a) de bancada a dizer sobre isto?

Ponto 1: Rúben Micael. É, sem dúvida, um bom jogador, com raça, mas ontem não era o seu dia e, como tal, devia ter sido substituído o mais tardar ao intervalo. A meu ver foi um jogador a menos no meio campo e isso permitiu muitos ataques por parte da Rússia, que preferiam atacar pelo meio.
Ponto 2: Ataque e meio campo. Com a substituição de Rúben Micael, P. Bento poderia ter desde logo apostado num Portugal mais presente no ataque, fazendo entrar Varela ou Éder. Varela, por seu lado, já tem fama de ser a “arma secreta” da selecção e a equipa podia aproveitar um aumento de confiança que o jogador podia trazer; Éder, por outro lado, tem sempre uma forte presença na grande área adversária e consegue sempre segurar bem a bola e ganhar algumas faltas preciosas que tanto jeito podiam ter dado à nossa selecção. A equipa iria depois funcionar num 4-4-2 improvisado mas iria usufruir de grande presença no meio campo e grande presença na área adversária. Se, por outro lado, Bento preferisse manter Postiga sozinho na frente, Custódio teria sido uma boa opção para o meio campo português, fazendo avançar Miguel Veloso no campo.
O certo é que Varela lá entrou e nem isso funcionou. Portugal estava num dia não e não marcava mesmo que jogasse toda a noite. C. Ronaldo, muito por força do campo, também foi um jogador mais apagado, já que quase nem ligou o turbo e, consequente, não nos presenteou com as suas habituais arrancadas.
Para alguém que apenas viu os segundos 45 minutos, os conselhos não são muitos, mas notou-se um Portugal que tentou e se esforçou (até demais) para conseguir um bom resultado; tanto que, nos últimos minutos, já só havia uma baliza no fundo do campo e todos queriam ter a sua oportunidade de marcar e ser herói, muita vez esquecendo-se que o futebol é um jogo de equipa.
Por minha parte só tenho a apontar que é preciso prever algumas situações quando se prepara um jogo. É inaceitável que Paulo Bento não tivesse obrigado a equipa a treinar, durante a semana, num relvado sintético quando sabia de antemão que o jogo se ia disputar num campo com as mesmas características. Um treino não é suficiente para uma equipa se adaptar e quando já se tem a temperatura como factor inimigo é bom termos também nós um trunfo para usar. Com tantos relvados sintéticos ao longo do país, tenho a certeza que Bento iria encontrar um que servisse à selecção. E isso poderia ter sido um factor decisivo no jogo de ontem. Agora é aguardar o jogo contra a Irlanda do Norte e trabalhar para que ainda possamos acabar líderes.