quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Atlético Madrid: De Volta aos Grandes Palcos?

O Atlético Madrid começou esta temporada em grande e parece apostado em fazer regressar a equipa aos grandes palcos. Na temporada passada, a primeira pós-Fernando Torres, a equipa respondeu de forma muito positiva, tendo ficado em 4º lugar da liga espanhola e garantindo a presença na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Daí que a aposta para a presente estação tenha sido bastante forte por parte do presidente Enrique Cerezo e do director-desportivo Jesús García Pitarch. As ambições dos 'colchoneros' passam por ficar entre os três primeiros lugares na liga doméstica e ir o mais longe possível na Liga dos Campeões.

Para isso, os responsáveis mantiveram os jogadores mais influentes, casos de Maxi Rodríguez, Simão, Forlán e Aguero, tendo ainda contratado nomes importantes como o guarda-redes francês Coupet (ex-Lyon), o holandês Heitinga (ex-Ajax), o checo Ujfalusi (ex-Fiorentina), o brasileiro Paulo Assunção (ex-FC Porto) e o francês Pongolle (ex-Recreativo Huelva). Garantiram ainda o empréstimo do argentino Banega, jovem médio cedido pelo Valência, bem como o regresso de Maniche, depois do empréstimo ao Inter Milão.

Sobre Maniche, devo dizer que o considero um médio fantástico e satisfaz-me que o bom-senso tenha imperado entre ele e o seu treinador Javier Aguirre, após as divergências que levaram à saída temporária do internacional português. Maniche terá percebido que errou, pedindo desculpa ao líder técnico. Este entendeu as razões do jogador, recuperando-o e fortalecendo assim a sua equipa, uma vez que as qualidades futebolísticas de Maniche nunca estiveram sequer em causa. É bom para todos, inclusivé para a Selecção Nacional, que o incluiu na recente convocatória, após vários meses de ausência.

Olhando para a qualidade do plantel à disposição de Aguirre, estou convicto que o Atlético é o mais sério candidato ao terceiro lugar, à frente de equipas como o Villarreal, Sevilha ou Valência. Se as coisas correrem de feição, poderão inclusivamente surpreender os gigantes Real Madrid e Barcelona, donos dos plantéis mais fortes, intrometendo-se na luta pelo título. A avaliar pela 1ª jornada da liga espanhola, em que Real e Barça saíram derrotados e o Altético goleou o Málaga por 4-0, talvez esta ideia não seja tão utópica quanto isso. Para já, são líderes da competição, algo que não sucedia desde a 2ª jornada da liga 2004-05. Recorde-se que anteriomente os madrilenos já haviam despachado o Schalke 04, esse mesmo que eliminou o FC Porto da Champions na época passada, com igual resultado e garantido a acesso à fase de grupos da liga milionária. O sorteio colocou-os no grupo D, juntamente com Liverpool, PSV Eindhoven e Marselha e eu diria que podem perfeitamente lutar pelo apuramento para os oitavos-de-final

A estratégia 'rojiblanca' assentará, em primeira instância, no esquema 4-2-3-1, com um 'double-pivot' no miolo e uma linha de três médios atacantes no apoio a um avançado. As opções são de grande categoria. Para a baliza, foi contratado o experiente Coupet, que se juntará a Leo Franco e Bernabé, sendo que o titular da França no Euro'2008 tem vantagem na luta pela titularidade. Na defesa, dois centrais (Heitinga e Ujfalusi) de indubitável qualidade foram recrutados no defeso, que terão a companhia de Seitaridis, Pablo Ibáñez, Perea, Antonio López e Pernía para formar o sector defensivo. Os dois médios mais recuados poderão ser os conhecidos Paulo Assunção e Maniche, tendo à sua frente o trio composto por Maxi Rodríguez à direita, Aguero ao centro e Simão à esquerda. Outras opções válidas, necessárias para dar resposta a uma época longa e preenchida, são Raúl García, Banega, Luis García, De Las Cuevas e Camacho. Na frente, o inevitável Forlán, o melhor goleador do conjunto, que tem mostrado estar em excelente forma neste início de temporada. Sinama Pongolle, o francês que esteve durante largo período nas cogitações de Rui Costa e Quique Flores para poder reforçar o Benfica, acabou por aterrar no Vicente Calderón e é uma solução de valor para médio-ofensivo ou mesmo avançado.

Fazendo apenas valer o conhecimento que tenho dos jogadores e desprezando o seu desempenho nos treinos ou a sua evolução ao longo da época, o meu onze-base para este Atlético em 4-2-3-1 seria: Coupet; Seitaridis, Heitinga, Ujfalusi, Pernía; Paulo Assunção, Maniche; Maxi Rodríguez, Aguero, Simão; Forlán. E o seu? Qual a sua opinião acerca das aspirações 'colchoneras' para 2008-09?

6 comentários:

Nuno disse...

Acho que o Atlético tem uma grande equipa e vai ficar num dos 3 primeiros lugares da liga espanhola. Na Champions League, passa em segundo atrás do Liverpool. O meu onze é igual ao que foi proposto.

Cumprimentos

Tiago Paixão disse...

O Manciche é um jogador com fraca mentalidade e muito problemático. Basta ir ao banco e começa outra vez a arranjar problemas com o treinador. O ano passado ele esteve muito mal. Queixou-se tanto, andava cheio de razão, quando foi para o Inter deu entrevistas a criticar o treinador e só passado meio ano é que reconheceu o erro e pediu desculpa. Tem a mania que é pintas... Se eu fosse o Aguirre tinha-o posto a andar, até porque a sua melhor fase já lá vai.

11 inicial:
Coupet; Seitaridis, Heitinga, Ujfalusi, Pernía; Pongolle, Assunção, Maxi Rodríguez, Simão; Aguero, Forlán.

Aspirações:
3º/4º lugar na Liga Espanhola
Oitavos-de-Final da Champions, pelo menos.

Nuno disse...

Ouve lá, mas por acaso já viste o Atlético a jogar? Desde quando é que eles jogam em 4231? O Atlético jogou a época toda, o ano passado, em 442 clássico. O Forlan joga de perfil com o Aguero...

Filipe Soares disse...

Grande posta sobre um dos meus clubes favoritos.

O Atlético de Madrid tem tudo este ano para lutar pelo título em Espanha. Vejo Barcelona e Real com muita instabilidade e com o plantel que tem, o Atlético pode ter a sua oportunidade de igualar o feito da equipa de Kiko, Penev, Pantic e companhia. Seria lindo!

Filipe Soares disse...

Nuno,

Não. O sistema é mesmo 4231.

Nuno disse...

O ano passado não foi. Este ano ainda não vi. Mas não tou a ver o Aguero jogar nas costas do Forlan.