domingo, 12 de dezembro de 2010

Taça de Portugal: FC Porto goleia, V. Setúbal elimina Sporting

O FC Porto recebeu e goleou, este Sábado, o Juventude de Évora por 4-0 e carimbou o passaporte para os quartos-de-final da Taça de Portugal. Por sua vez, o Sporting perdeu por 2-1 no terreno do Vitória de Setúbal e está eliminado da competição, sendo o primeiro «grande» a ficar pelo caminho. Sp Braga, Benfica e Vit. Guimarães entram em campo este Domingo.

FC Porto 4 - 0 Juventude de Évora
(Falcao 11', Moutinho 39', Álvaro 69', Walter 84')

No Dragão, o FC Porto apresentou-se com a estrutura base, promovendo as estreias de James Rodriguez e de Kieszek a titulares. O jovem prodígio colombiano foi mesmo um dos jogadores mais irreverentes em campo e foi dos seus pés que saiu o primeiro golo do jogo: após um cruzamento com conta, peso e medida do lado esquerdo, Falcao desviou com sucesso para o primeiro do jogo (11'). Os «dragões» aumentariam a vantagem antes do intervalo, com João Moutinho a estrear-se a marcar com a camisola azul e branca. James lancou Guarín, que tabelou na perfeição com o médio colombiano que, por sua vez, serviu Moutinho para o 2-0 (39').

O Juv. Évora nunca conseguiu incomodar realmente o guarda-redes adversário e foi adiando o terceiro golo dos portistas, que viria a surgir aos 69' minutos. Álvaro Pereira, de regresso à equipa e com um fulgor impressionante, tabelou com Falcao na esquerda e, já dentro da área, fuzilou Tiago Martins. O lateral urugaio foi também decisivo no quarto e último golo da partida: após receber um passe de Moutinho, o esquerdino serviu Walter na área que, sozinho e com a baliza aberta, limitou-se a encostar. Vitória incontestável da formação de André Villas Boas.

Vitória de Setúbal 2 - 1 Sporting CP
(Ney 29', Zeca 34'; Liedson 76')

Há males que vêm por bem e Manuel Fernades que o diga. Até meio da primeira parte, o Sporting mostrava-se superior ao Vit. Setúbal e tudo fazia crer que o golo surgiria com naturalidade. Contudo, tudo mudou após a entrada de Zeca em campo, para o lugar do lesionado Hugo Leal. O ex-Casa Pia dinamizou o ataque e o futebol dos sadinos, que viriam a marcar na primeira oportunidade de golo. Após um cruzamento de Pitbull, Ney aproveitou a desconcentração da defesa leonina para cabecear e inaugurar o activo no Bonfim (29'). Pouco depois, o recém-entrado Zeca desviou oportunamente um cruzamento de Miguelito e dilatou a vantagem (39'). Os sadinos venciam por 2-0 ao intervalo, com 100% de eficácia na finalização.

Na segunda parte a reacção leonina surgiu por intermédio de Polga, mas o remate do central brasileiro encontrou - para variar - a trave da baliza adversária (52'). O melhor que o Sporting conseguiu fazer foi reduzir, por intermédio de Liedson, que regressou aos golos - e que golo! Do lado esquerdo do ataque, o Levezinho rematou em arco e fez um belo golo (76'), embora insuficiente para evitar a eliminação do Sporting.

2 comentários:

Leo disse...

É bom que algo mude num futuro próximo porque senão podem contar comigo a dormir á porta de Alvalade enquanto nada mudar! RUA TERRORISTAS.

VISITEM: http://sportings.blogspot.com/

VITOR disse...

GANDA MANEL FERNANDES!! AHAHA GANDAS LAGARTOS!!